O Sheikh disse ao missionário que na Síria, tinha ensinado aos lutadores sobre a “Jihad 101, a teologia e a prática da Jihad” e disse que estava “doente por tantos assassinatos, deve haver algo melhor do que isso.”

Julian, missionário que trabalha com a organização Operation Mobilisation (Operação Mobilização, em português), viveu no mundo muçulmano por muitos anos. Na última semana, em entrevista à rádio Voz dos Mártires, ele testemunhou sobre diversos casos de muçulmanos no Oriente Médio, incluindo os membros do EI, que têm se achegado a fé em Cristo.

“Deus, em sua soberania, é capaz de transformar o que é mau, e que o inimigo usa para o mal, em algo bom”, disse ele.

Julian disse que essas histórias devem mover os cristãos a orar por militantes do EI, não contra eles. “Estas são pessoas que foram enganadas, eles estão perdidos. Precisamos orar para Deus trazer à tona as figuras apostólicas fora do EI.”