O secretário de Saúde do Rio Grande do Norte, Cipriano Maia, disse que a tendência é que o atual decreto relacionado às restrições contra Covid-19 seja renovado. A afirmação foi realizada durante entrevista ao programa Bora RN, da Band Natal.

Pelo que estamos vendo no país como um todo, a tendência é pela manutenção das restrições até que tenhamos uma ocupação de, no máximo, 80%. Hoje ainda temos uma fila com 94 e 100% de ocupação. Não acreditamos que em oito dias consigamos zerar a fila e baixar essa taxa de ocupação para 80%. Mantendo essas restrições, a gente com dois a três meses, como médio prazo, teríamos uma situação mais favorável da pandemia”, disse.

RN A BEIRA DO CAOS SOCIAL

Ao realizar uma abordagem em um estabelecimento onde almoçava um grupo de caminhoneiros, um policial militar chamou o local de “merda”.

Estão quebrando esse decreto”, diz o agente, referindo-se ao decreto do Governo do RN, afirmando que foi ao local após receber uma denúncia. “A gente veio orientar os senhores para não prejudicar o estabelecimento da senhora aqui, porque se não a gente vai fechar essa merda”, disse.

Logo em seguida, os clientes, a maioria caminhoneiros, se revoltam e começam a questionar o policial sobre a afirmação feita.