Estamos passando por um dos momentos mais críticos da pandemia do coronavírus em todo o Brasil, os leitos de UTI´s Covid, estão quase todos completamente lotados no RN. Um novo decreto editado na quarta-feira, 17, já publicado nesta quinta, traz medidas mais rígidas, entra em vigor agora, dia 20. Em Porto do Mangue, de acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, a cidade já registra o seu 6º acusado pela Covid-19, medidas de prevenção ao contágio e orientação estão sendo executadas diuturnamente pela gestão municipal, obviamente dentro do que é possível ser feito.

Provavelmente, a decisão do Prefeito Sael Melo (MDB) em pactuar e aderir ao consórcio Frente Nacional de Prefeitos (FNP) para a compra de vacinas tenha sido a mais acertada, – com certeza. Essa posição só foi possível após os Estados e Municípios serem autorizados a adquirir vacinas, Porto do Mangue entrou no páreo, ao lado de Porto do Mangue mais  de 1,7 mil municípios brasileiros já manifestaram interesse em aderir ao consórcio público para compra de vacinas.

Na noite da quarta-feira, 17, em sessão ordinária remota, a Câmara se reuniu para votar o PL 001/2021 encaminhado pelo Poder Executivo para que os vereadores votassem. Todos os vereadores presentes na sessão votaram pela aprovação do PL que autoriza a Prefeitura adquirir as vacinas e insumos médicos no combate ao coronavírus. O projeto, encaminhado pelo município, entrou na pauta da sessão ordinária desta terça-feira, 16. Foi votado em regime de urgência urgentíssimo.

O Vereador-Presidente, Júnior Bola (MD), disse a nossa Redação, que o resultado da aprovação sem nenhuma objeção se dá em virtude da necessidade da população ter acesso a vacina e aos cuidados:

Essa votação do PL das vacinas é talvez um dos mais importantes que votamos até hoje, o objetivo é autoriza o município comprar suas próprias vacinas, agilizar o processo de vacinação e imunização da nossa população. Lamentavelmente chegamos ao 6º óbitos nesta semana, isso é muito triste, pois só víamos isso pela televisão, nos jornais, agora está acontecendo com pessoas queridas. Aprovamos e vamos continuar trabalhando pelos interesses do nosso povo.

O PL 001/2021 do Poder Executivo atendeu uma das exigências da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), para agilizar o processo, a frente recomendou que os documentos base pudessem ser submetidos a apreciação nas respectivas câmaras municipais, com  prazo de envio até 19 de março.