A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), anunciou o fechamento de serviços e atividades não essenciais, por 14 dias. O decreto foi publicado nesta quinta-feira, 18, e valerá a partir do próximo sábado, 20, até o dia 3 de abril, com o objetivo de conter o avanço da pandemia da covid-19 no estado.

O novo decreto libera atividades essenciais, como supermercados, feiras, açougues, serviços de assistência à saúde, lojas de material de construção e clínicas veterinárias etc. As escolas estão com atividades suspensas, sejam da rede privada ou da rede pública. Atividades religiosas, como missas e cultos, também estão suspensas.

Em pronunciamento, Bezerra afirmou que o estado vive um momento crítico.

Diante da gravidade do quadro da pandemia, nós estamos acatando as orientações dos Ministérios Públicos do meu estado, com base nas recomendações do Comitê Científico Estadual, que está colocando a necessidade da suspensão temporária de todas as atividades não essenciais no Rio Grande do Norte“, explicou a governadora.

O Rio Grande do Norte registra 182.399 pessoas infectadas pelo novo coronavírus, desde o início da pandemia, e 4.024 óbitos causados pela doença, segundo boletim epidemiológico divulgado hoje. De ontem para hoje, foram registradas 65 mortes por em decorrência da covid-19 e 1.009 infectados pelo vírus.

Atualmente, o sistema de saúde pública tem 95,6% dos leitos UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com covid-19 ocupados. Já os leitos clínicos estão com 81,94%.