Segundo o Ministério da Cidadania, 39.517 pessoas que não tinham direito ao auxílio emergencial pago pelo governo federal em razão da pandemia devolveram o dinheiro.

As devoluções foram feitas por meio de Guias de Recolhimento da União (GRUs), que foram emitidas por site criado pelo Ministério da Cidadania. De acordo com a pasta, já foram recuperados R$ 29,65 milhões pagos indevidamente.

Ainda segundo o Ministério, do total de pessoas que devolveram as quantias recebidas indevidamente, 23.643 são militares que não faziam jus ao pagamento. Considerando apenas os integrantes das Forças Armadas, as restituições somaram R$ 15,2 milhões.