RECIFE- O prefeito Sael Melo (PHS), de Porto do Mangue-RN, esteve reunido com investidores chineses para tratar sobre a instalação de um porto na sua cidade, localizada no litoral norte-portiguar. Porto do Mangue, há muito tempo que acalenta esse sonho, pois será a redenção econômica-social para a sua população e região do Vale do Açú/Costa Branca.

O chefe do Poder Executivo portomaneguense, participou de um seminário, onde foram apresentados informações de grande relevância, sendo que foi comunicado que a cidade/região poderá vir a ter uma ferrovia, um mineroduto e um pólo cloroquimico, além de outras estruturas como parques offshore. Toda essa estrutura para atender a demanda de produções. Três empresas asiáticas têm parques instalados no estado, como a Spike, que é a maior marca do setor em todo o mundo.

Sael Melo visitará nos próximos dias o porto de Pecém no estado do Ceará a convite de empresários. Segundo o prefeito, a sua gestão já está fazendo os principais encaminhamento burocráticos, formatando uma legislação tributária e ambiental do município para ser encaminhada a Câmara de Vereadores.

De acordo com as informações repassadas pelo Gabinete, agora é a vez do Governo do Estado arregaças as mangas e trabalhar para garantir esses investimentos que são na sua totalidade 100% recursos da iniciativa privada. Depois que o ex-presidente Michel Temer (MDB), em 2016, criou o Programa de Parcerias e Investimentos (PPI),  para expandir e fortalecer as interações entre Estado e iniciativa privada, uma medidas de desestatização, o que favorece o cenário atual para os investimentos.

As únicas requisições dos chineses é que o Governo do Estado agilize a liberação de licenças ambientais. O RN recebeu dois diretores de bancos de desenvolvimento, que têm mais de US$ 457 bilhões para investir no exterior – valor maior que todas as reservas do Brasil.

Investimentos a curto prazo

Empresários do ramo salineiro, além de mais uma refinaria que está em fase de finalização para iniciar as operações, já deram sinal que farão novos investimentos na cidade, um deles é a construção de um porto na costa da cidade para escoar a produção via barcaças-navios;  estaleiros também serão construídos para a manutenção das embarcações.