O presidenciável Bolsonaro é assediado de Brasilia a Natal

O advogado Erick Pereira foi testemunha do assédio ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), durante viagem de avião entre Brasília e Natal.

Segundo o advogado, que embarcou na capital federal no mesmo voo de Bolsonaro, desde que chegou ao aeroporto de Brasília que o pré-candidato foi parado por pessoas que queriam cumprimentá-lo e, principalmente, tirar fotos.

Muitas selfies, muitas filmagens, antes e durante o embarque, e ainda durante o voo, ao ponto dos comissários de bordo pedirem que as pessoas ficassem em seus lugares.

Na chegada a Natal, movimento grande no Aeroporto de São Gonçalo e uma carreata – sem cara de carreata, já que a Justiça proibiu a campanha antecipada, que saeria caracterizada com uso de carro de som, por exemplo.

Mas eram muuuuitos os carros que acompanharam o presidenciável até o Palácio dos Esportes, onde ele fez palestra – por que chamar de comício ainda não pode – antes de participar de evento com empresários na Federação das Indústrias.

THAISA GALVÃO

RN registra mais de quatro mil denúncias de violência sexual contra menores

O Rio Grande do Norte contabilizou 4.108 denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes através do serviço Disque 100 entre os anos de 2011 e 2017.

A média de denúncias por ano no estado é 587 no período. Os dados foram divulgados neste mês de maio pelo Ministério dos Direitos Humanos, órgão responsável pela gestão do serviço nacional de denúncias de violações de direitos no país.

Entre 2011 a 2017, o abuso sexual lidera as denúncias, seguido pela exploração sexual. Em 2017, por exemplo, foram  312 denúncias de casos de abuso sexual no RN. O número corresponde a 74,2% do total. Já os casos de denúncia de exploração sexual foram registrados 88 vezes, ou seja, quase 21%.

As estatísticas ainda trazem denúncias relacionadas a estupro, grooming, pornografia infantil e sexting.

Continue lendo “RN registra mais de quatro mil denúncias de violência sexual contra menores”

Privatização de terrenos nas ‘Falésias da Pedra Grande’ é retrocesso para o turismo na Costa Branca

PORTO DO MANGUE – Em meados do ano de 2017, foi dado inicio ao movimento de exploração das potencialidades turísticas nas Falésias da Pedra Grande, por oferecer as melhores condições climáticas para a pratica de voo livre na região da Costa Branca, inclusive o destino foi incluído na Rota das Falésias do estado do Ceará, um dos ativistas e e pioneiro das praticas do voo livre e ouros esportes radicais, o jovem Vicente Holanda, hoje, lamenta que terrenos próximos as falésias tenham sido tomados.

Na sua pagina na rede social, ele [Vicente] elenca o fato:

NOTA:

Gostaríamos de comunicar à todos, que o Voo Livre em Ponta do Mel foi proibído de ser praticado nas falésias.

Edit.: O “dono” do terreno proibiu.

Só lembrando que o terreno se encontra dentro de uma área de preservação ambiental protegida por lei.

Logo o Voo Livre que levou e leva o nome desse lugar para os 4 cantos do mundo. Só ano passado foram feitas gravações com:

*Travessias de Asa delta – Canal OFF

*Tô de folga – Jornal Hoje Rede Globo nacional

*Tribuna do Norte – Jornal do RN

*TCM – TV cabo Mossoró

*Rota InterTv – Globo RN

*TV Metropolitana – RN

Sem contar na ingressão e visita do grupo gestor da Rota Das Falésias Ceará e SEBRAE RN/CE.

E MAIS UMA VEZ O TURISMO É ESQUECIDO POR TUDO E POR TODOS.

Espera-se que as autoridades competentes tomem as devidas providências diante do grave problema.