Tecnologia

Barragens no RN são testadas com nova tecnologia de inspeção

0

Uma parceria inovadora que está sendo firmada entre o Governo do Estado, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn) e da Defesa Civil, junto à Universidade Federal do Rio Grande do Norte, por meio do Departamento de Geofísica, trará o auxílio de equipamentos para detecção de fissuras nas barragens do Estado.

Esses equipamentos vão detectar problemas abaixo do solo e das estruturas (que não são vistas apenas com inspeções visuais); análise geológica fornecida pelo próprio departamento; além de utilização de sensores sismográficos, registradores digitais e antenas de GPS, que proporcionarão a otimização dos serviços de inspeção de barragens.

Foi organizada uma visita à barragem de Campo Grande, localizada em São Paulo do Potengi em que representantes do Igarn, Defesa Civil e UFRN discutiram e avaliaram a utilização dos equipamentos no reservatório como uma fase de testes. Posteriormente, serão visitadas as barragens públicas de Passagem das Traíras (em São José do Seridó), Gargalheiras (Acari) e Calabouço (Passa e Fica), e as particulares, Barbosa de Baixo (Caicó) e Riacho do Meio (Equador).

O estudo visa garantir a otimização das vistorias nos reservatórios potiguares possibilitando o monitoramento remoto dos mananciais. O objetivo é que em um segundo momento todos os reservatórios ou outras construções no estado que possam oferecer algum risco de desastre possam ser mapeados.

Publicidade:

WhatsApp explica por que é impossível quebrar sigilo de mensagens

0

Com a possibilidade da criação de uma proposta de lei que possa obrigar o WhatsApp e outros aplicativos mensageiros a quebrar o sigilo de mensagens no país, o Olhar Digital entrou em contato com o WhatsApp para saber qual o posicionamento da empresa sobre o assunto.

A assessoria da empresa (controlada pelo Facebook) enviou um comunicado à nossa redação, além de um infográfico, reforçando o que já sabemos há muito tempo: a criptografia de ponta a ponta do mensageiro é, segundo os administradores do messenger, impossível de quebrar!

De acordo com a equipe do WhatsApp no Brasil, a segurança é um grande fator de uso do aplicativo entre os brasileiros, e a criptografia das mensagens é possivelmente o que motiva muitas pessoas a continuar usando o programa. A empresa divulgou também um infográfico, para explicar melhor como funciona a segurança no WhatsApp:

Publicidade:

WhatsApp, Nova Ferramenta.

0

Atualização do WhasApp que permite simplificar e dar mais privacidade a troca de mensagens em grupos estar disponível para Android e IOS. Agora é possível selecionar uma mensagem específica em um grupo e respondê-la em particular para o contato.

Agora, o usuário pode responder diretamente a mensagem original do grupo em particular, criando uma marcação com o trecho, o nome do remetente e do grupo. Ao clicar na marcação, ele é redirecionado para a conversa original.

COMO FAÇO ?

1 – Abra o app do WhatsApp, acesse as conversas do grupo e toque sobre a mensagem para selecionar o contato com que deseja responder;

2 – Toque no ícone em formato de “três pontinhos” posicionado no canto superior direito da tela;

3 – Selecione a opção “Responder em particular”. Essa funcionalidade iniciará uma nova tela de conversa com o usuário da mensagem original com uma uma marcação que, quando tocada, remete para o trecho da conversa no grupo. Os outros membros do grupo não poderão visualizar a mensagem enviada como resposta.

VEM COISA BOA POR AI !

Funcionalidades previstas para 2019
Estão previstas outras novidades para este ano, de acordo com o blog oficial do desenvolvedor. Em breve será possível contar com o modo noturno, videochamadas em grupo, execução consecutiva de mensagens de voz e visualização de mídias através da tela de notificações.

Publicidade:

WhatsApp já pode fazer chamadas simultâneas de video

0

O aplicativo WhatsApp acaba de liberar as chamadas de vídeo ou de áudio em grupo para usuários brasileiros. A partir de agora, é possível fazer chamadas simultâneas para até quatro pessoas.

Anunciada em maio, a funcionalidade chega ao Brasil e vale para os sistemas operacionais IOS ou Android. A função chamada de vídeo existia no aplicativo desde 2016, mas, até então, era possível apenas a conversação entre duas pessoas.

Como fazer

O primeiro passo é iniciar a chamada de áudio ou de vídeo com uma pessoa. Assim que a pessoa aceitar a conexão, aparecerá um sinal de + no alto à direta da tela. Ao clicar no sinal de +, será aberta automaticamente a lista de contatos do usuário. Basta clicar em cima de um nome e a tela será dividida em três. A operação pode ser repetida mais uma vez para a inclusão de um quarto usuário, assim que o terceiro tiver aceito a conexão.

Entretanto, apenas quem iniciou a ligação pode convidar para a conversação. Ou seja, o sinal de + não aparece na tela de quem recebeu a ligação.

Para tornar possível a operação, é preciso atualizar o smartphone com a versão mais atual do aplicativo.

Agência Brasil
Publicidade:

Prefeitura de Carnaubais investe na transparência da gestão pública

0

Atendendo a exigência da lei da implantação do Portal da Transparência nas prefeituras de todo o país, o prefeito Thiago Meira (PSDB), reuniu colaboradores da gestão para um treinamento de aprimoramento do Portal da Transparência da Prefeitura de Carnaubais.

O portal da Transparência é um marco que transformou o modo desses órgãos se comunicarem com a sociedade.

Por meio dos portais, acessados pela internet, nos sites das prefeituras, a população pode acompanhar e fiscalizar de perto, muitas vezes em tempo real, todas as contas do Executivo. O que antes não ocorria, pois as informações eram desencontradas e poderiam ser resgatadas apenas em contato com setores específicos.

O Portal da Transparência deu visibilidade a informações importantes como as de processos licitatórios; geralmente implantado e alimentado a partir de sistemas de gestão pública, o que facilita muito o processo de compras nas prefeituras, assim como acesso aos editais e pregões que são realizados e divulgados para o público externo de uma forma mais efetiva, atraindo o interesse de mais empresas e outros interessados nos certames.

Publicidade:
WhatsApp Grupo