Aconteceu

Flávio e Jair Bolsonaro dizem não ter relação com movimentação financeira, tentativas do COAF é desestabilizar o futuro governo

0

O deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse hoje, 7, que seu ex-motorista e ex-assessor Fabrício José Carlos de Queiroz prestará esclarecimentos ao Ministério Público Federal sobre a movimentação atípica em suas contas bancárias de R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. Flávio informou já ter recebido explicações satisfatórias de Queiroz.

“A versão que ele me coloca é bastante plausível”, afirmou o deputado estadual, acrescentando que Queiroz apresentará provas e explicações ao Ministério Público. “Até que se prove o contrário, eu confio nele”, disse Flávio Bolsonaro, lembrando que conhece o ex-assessor há mais de 10 anos. “Tenho toda a tranquilidade. O que me foi relatado é que não há nenhuma irregularidade.”

Flávio Bolsonaro concedeu entrevista coletiva em frente à casa do pai, em um condomínio, na Barra da Tijuca. Segundo ele, estava incomodado com a situação envolvendo seu ex-assessor.

Para o deputado estadual, eleito para o Senado, a conversa com o ex-assessor foi positiva e as explicações dadas por Queiroz foram suficientes. Flávio afirmou, entretando, que ele e o pai ficaram “surpresos” e “chateados” com o caso. Ele afirmou ainda que não tornaria públicas as explicações de seu ex-motorista a pedido dos advogados dele.

“Não tenho nada para esconder de ninguém”, ressaltou. “O acusado é ele; não sou eu”, destacou. “Ele me relatou uma história bastante plausível e me garantiu que não haveria nenhuma irregularidade. [Mas] quem tem que ser convencido é o Ministério Público. Assim que for convocado, ele vai esclarecer.”

Nesta sexta-feira, o ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, levantou dúvidas sobre a isenção do Coaf e disse que há interesses em desestabilizar a gestão de Bolsonaro.

“Setores estão tentando destruir a reputação do sr. Jair Messias Bolsonaro. No Brasil, a gente tem que saber separar o joio do trigo. Nesse governo é trigo. (…) Onde é que estava o Coaf no mensalão, no petrolão?”, disse o ministro, que participou de um debate com empresários em São Paulo.

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Publicidade:

“Queremos um Brasil sem aborto”, diz Damares Alves após ser nomeada ministra

0

Na primeira entrevista após ser nomeada como futura titular do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves deixou claro que continuará com as lutas que marcaram sua trajetória no Congresso.

Pastora e advogada, ela destacou que está ciente dos desafios, em especial porque a Funai passará a ser sua responsabilidade. “A pasta é muito grande, muito ampla e agora a gente está trazendo para cá a Funai. Nós vamos trazer para o protagonismo políticas públicas que ainda não chegaram até às mulheres, e às mulheres que ainda não foram alcançadas pelas políticas públicas.”

Destacou ainda que o primeiro “direito humano” a ser protegido é o “da vida”. “Nós vamos trabalhar nessa linha. O maior direito humano é o direito à vida […] Eu sou contra o aborto. Nós queremos um Brasil sem aborto! De que forma? Um Brasil que priorize políticas públicas de planejamento familiar, que o aborto nunca seja considerado e visto nessa nação como método anticonceptivo”, destacou. Ela não vê necessidade de mudança na lei atual. “O aborto apenas nos casos necessários e aqueles previstos em lei. Mesmo nestes, eu tenho certeza que, quando é oferecida à mulher uma outra opção, ela pensa duas vezes. Essa pasta não vai lidar com o tema aborto, essa pasta vai lidar com proteção de vidas, e não de morte. Que fique bem claro isso”, asseverou.

Também deixou claro que trará um novo olhar para a questão indígena: “Funai não é problema neste governo, índio não é problema. O presidente estava esperando o melhor lugar para colocar a Funai. E nós entendemos que é o Ministério dos Direitos Humanos, porque índio é gente, e índio precisa ser visto de uma forma como um todo. Índio não é só terra, índio também é gente”.

ASSISTA:

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Publicidade:

Carrefour sofre onda de protestos após envenenamento de um cachorro

0

Imagens de câmera de segurança comprovam maus-tratos ao cachorro que morreu após ser resgatado de uma loja do Carrefour em Osasco, na Grande São Paulo, segundo a delegada Silvia Fagundes.

A declaração foi dada a Luisa Mell, que esteve na Delegacia do Meio Ambiente nessa terça, 4. “A agressão, com essas imagens que conseguimos agora, ficou comprovada. Não tem mais dúvidas que esse segurança realmente agrediu o cachorro”, disse a delegada, em transmissão pelo ‘stories’, no Instagram da protetora e ativista.

De acordo com o vereador Ralfi Silva (Podemos), que acompanhava Luisa, o objeto usado contra o animal foi apreendido -uma barra de alumínio.

Denúncias de que um segurança envenenou e espancou um cachorro abandonado causou uma onda de protestos contra uma loja da rede Carrefour, em Osasco, na Grande São Paulo. Defensores dos animais usaram as redes sociais para pedir o boicote à rede. O fato teria acontecido na última sexta-feira, 30, no estacionamento do hipermercado. Conforme o relato, o funcionário teria oferecido veneno ao cão, em seguida, agrediu o animal com pauladas.

De acordo com o ativista Rafael Leal, da ONG Cão Leal, está sendo convocada uma manifestação de protesto, no sábado, 8, em frente ao supermercado, na Avenida dos Autonomistas. “Estamos convidando todas as pessoas de bem a se manifestarem contra esse crime. Nosso pedido também é para que as pessoas não comprem em nenhuma loja da rede.”

Conforme Leal, o que se apurou é que o cachorro estava solto por lá e era alimentado por clientes e funcionários. “Como a loja ia passar por uma vistoria, alguém do alto escalão pediu a um funcionário que desse um sumiço no cachorro”, relatou.

“O Carrefour já admitiu que o animal foi ferido pelo funcionário, embora diga que foi acidente. Como foi registrado boletim de ocorrência na Polícia Civil, achamos que a polícia vai requisitar as imagens das câmeras e ouvir as testemunhas”, disse.

A Polícia Civil de Osasco informou que já ouviu a gerência do estabelecimento e, além de testemunhas, vai buscar imagens de câmeras que possam ter gravado o que aconteceu. Segundo a polícia, como o animal foi cremado sem coleta de amostras pode não haver indicação da causa da morte, dificultando a prova sobre eventual envenenamento.

O professor de Direito e advogado Rafael Paiva, presidente da Comissão de Direito Constitucional da OAB/Santana, disse que, em tese, o caso é crime de maus tratos aos animais, previsto na Lei dos Crimes Ambientais.

Ainda segundo o advogado, o Carrefour também pode responder pela ação de seus prepostos, se ficar comprovado que a ordem partiu de alguém com algum tipo de comando na loja. “Por ser crime contra o meio ambiente, a pessoa jurídica também pode ser responsabilizada. A lei traz peculiaridades específicas no caso de pessoa jurídica. Uma das penas é deixar de receber benefícios fiscais, podendo ainda ser proibida de participar de licitações e de contratar com o poder público”, explica. Há ainda a possibilidade de a empresa ser alvo de ação civil pública para reparar o dano causado, devido ao clamor popular.

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Publicidade:

Protestos após Lewandowski mandar prender advogado que disse ter vergonha do STF

0

O Movimento Brasil Livre (MBL) projetou no prédio do Supremo Tribunal Federal (STF) os dizeres “Vergonha STF” em resposta ao ministro Ricardo Lewandowski que mandou prender o advogado Cristiano Caiado Acioli, após ele externar que sentia vergonha do STF.

De acordo com o MBL, a projeção é um protesto pelo direito à liberdade de expressão e ao que classificaram como autoritarismo do ministro ao determinar a prisão do advogado.

“Todo cidadão brasileiro tem o direito de dizer o que quiser sobre o STF sem ser preso. O MBL está em frente ao Supremo agora em Brasília para protestar contra o autoritarismo do Lewandowski”, disse o MBL em uma de suas redes sociais.

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Publicidade:

Carnaubais registra um homicídio ocorrido na praça da cidade

0

Nos primeiros minutos desta segunda-feira, 3, a paz na cidade de Carnaubais foi interrompida com o assassinato do jovem Leonardo de Oliveira Muniz, de 20 anos.

Léo como é mais conhecido, foi executado na praça, após se envolver numa confusão.

A policia investigará o caso, levando em conta o histórico da vítima.

O crime abala Carnaubais, até então com baixa taxa de criminalidade. Mais um homicídio engrossa as tristes estatísticas.

Por: Toni Martins

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Publicidade:

Marinha do Brasil apreende embarcação em Areia Branca com produtos contrabandeados

0

A Marinha do Brasil realizou uma grande apreensão de produtos contrabandeados, a 70 km da costa do município de Areia Branca. A embarcação foi rebocada para o Cais Tertuliano Fernandes, com seis tripulantes a embarcação vinha do Maranhão para o município de Areia Branca. Quando se aproximava da costa, foi interceptada pelo navio patrulha da Marinha. A princípio, o comando da embarcação não apresentou documentos. Ao avaliar mais de perto, os patrulheiros da Marinha constaram que se tratava de contrabandistas e acionaram a Receita Federal e também a Polícia Federal.

A informação foi confirmada pela Marinha do Brasil e também pela Polícia Federal.

NOTA À IMPRENSA

A Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 3º Distrito Naval, informa que o Navio Patrulha “Guaíba”, realizando Patrulha Naval, apresou, em 27 de novembro, a cerca de 70 km da cidade de Areia Branca, uma embarcação pesqueira que estava com a documentação irregular.

A embarcação foi conduzida até proximidades de Areia Branca e entregue à responsabilidade dos agentes da Polícia Federal para a continuidade das ações de competência da PF.

A atividade de Patrulha Naval visa a implementar e fiscalizar o cumprimento de leis e regulamentos em Águas Jurisdicionais Brasileiras.

Mais informações: Assessoria de Comunicação Social do Comando do 3º Distrito Naval

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Publicidade:

Com os dias contados, baixa audiência tira Fátima Bernardes do ar

0

A Rede Bahia, afiliada da Rede Globo no Estado da Bahia, decidiu em conjunto coma Globo tirar da grade programas que vem se mostrando um fracasso de audiência.

Programas como Encontro com Fátima Bernardes, Vídeo Show e Bem Estar deixarão de ser transmitidos assim que acabar o horário de verão, em fevereiro de 2019.

O Bem Estar sofre com a pior audiência da Bahia, com média de 3 pontos, e a sequencia, Encontro com Fátima Bernardes fica sempre em terceiro lugar. O baixo resultado acaba afetando o Bahia Meio-Dia, versão estadual do jornal do meio-dia.

Uma medida já foi tomada para tentar resgatar a audiência do jornal, e consistiu em cortar 15 minutos do programa de Fátima Bernardes, o que resultou num Bahia Meio-Dia mais longo e mais atrativo e mais competitivo em relação à concorrência da Record.

Informações do Notícias da TV.

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Publicidade:

“Pagou a uns e outros não” diz funcionário da Prefeitura de Pendências

0

“Ao povo de Pendencias eu digo, Nunca senti tanta vergonha do meu município como estou sentindo nesses dias. Sou funcionário público e por meio desse desabafo venho expor a minha indignação e de muitos outros amigos funcionários que não sabem mais o que fazer perante o problema dos salários atrasados da prefeitura de Pendências.

Somos pais e mães de famílias e temos que honrar os nossos compromissos, mas como honrá-los se não temos dinheiro para tal “façanha”. O prefeito interino e candidato Flaudivan Martins pagou algumas pessoas e outras não, será que é pra gastar na sua campanha?

O povo de Pendencias já está cansado de sofrer, não vou votar nesse interino Flaudivan, ele não tem compromisso com o povo pendênciense.

Nós não trabalhamos por esporte e sim porque precisamos e receber em dia é nosso direito, imagino todas as famílias que dependem da prefeitura, principalmente os contratados.

Povo de Pendencias, pense e reflita em quem vocês vão da o voto neste domingo dia 25 de novembro, Flaudivan responde a vários processos na justiça por improbidade administrativa.(RELEMBRE AQUI). Diga não a essa corja que há anos estão no poder e nada fez pelo povo, vamos votar em um candidato que seja ficha limpa.” 

recebemos este desabafo no início da tarde desta quinta(23) e por medo de represália, o funcionário não quer se identificar.

Nota – O funcionário disse ainda que o futuro prefeito de Pendências poderá encontrar um rombo gigante na prefeitura.

Blog Focoelho

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Publicidade:

Defunto presta serviço e faz doação para campanha de deputada eleita Natália Bonavides do PT

0
Por: Blog Gustavo Negreiros

Aleluia irmãos! Milagre existe.

A bênção de Deus iluminou a campanha da deputada eleita Natália Bonavides, do PT.

Segundo Parecer Técnico Conclusivo do TRE, Ildefonso Soares da Silva foi motorista e doador da campanha de Natália Bonavides. Porém tem um detalhe, ele faleceu antes da campanha. Estamos diante do milagre da ressurreição?

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Publicidade:

Índia, ex-moradora de rua é uma das quatro mulheres a integrar equipe de Bolsonaro

0

Moradora de rua, vendedora de livros, atriz, atleta, fisioterapeuta e primeira índia militar. Todos esses rótulos passaram pela vida de Silvia Nobre Waiãpi, 42, uma das quatro mulheres entre os 28 homens que integram a equipe de transição do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) até agora.

O nome da indígena —que nasceu na aldeia da etnia Waiãpi, no Amapá, na fronteira com a Guiana Francesa— foi anunciado nesta quarta (6), mas ainda não foi publicado no “Diário Oficial” da União. Não há confirmação se ela terá cargo remunerado ou se será colaboradora

Silvia Nobre foi adotada aos 3 anos por uma família de Macapá e começou a estudar com 7. “Eu passei a minha infância inteira puxando a saia das professoras e pedindo, por favor, para eu hastear aquela bandeira [do Brasil], mas ninguém deixava. Só as crianças brancas e não índias podiam”, contou chorando em uma entrevista a Jô Soares em 2011.

“Eu prometi para mim mesma que, acontecesse o que acontecesse, o meu país um dia iria se orgulhar de mim”, disse. Segundo ela, foi isso que a impediu de se envolver em “coisas erradas” nos dois meses em que viveu nas ruas do Rio de Janeiro mais tarde.

Aos 14 anos, ela deixou na aldeia a filha que teve com 13 (o que é comum na sua cultura) e fugiu para a capital fluminense em busca de estudo. Sem casa nem dinheiro, vendeu a única coisa de valor que tinha nas mãos, uma pedra que acreditava ser mágica, para conseguir comer por alguns dias.

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Publicidade:
WhatsApp Grupo