Regional

Operação Verão deveria durar os 365 dias do ano

0
PMs realizam constantes blitz nas comunidades da Costa Branca

Segue a Operação Verão nas parias da Costa Branca, o principal objetivo é garantir a segurança e tranquilidade dos veranistas, moradores, turistas e comerciantes nas praias do litoral do RN, durante o período de veraneio.

As equipes também que estão distribuídas pelas praias do litoral potiguar, estão atuando no combate de crimes violentos letais intencionais e a poluição sonora decorrente de “paredão de som” e similares.

Em cinco anos, dados mostram redução de mortes no RN em janeiro

Publicidade:

Gestão do Dr. Thiago Meira lança vídeo institucional apresentando obras da Prefeitura de Carnaubais

0
Sede do Poder Executivo – Prefeitura de Carnaubais

A gestão do prefeito Dr. Thiago Meira (PSDB), lançou nesta sexta-feira, 1º, um vídeo institucional muito bem elaborado, cuja qualidade surpreende, editado para rodar nas redes sociais e portais de notícias, o vídeo traz um compacto das principais ações do Poder Executivo nos últimos dois anos de gestão.

Com muita criatividade, a peça publicitária envolve de forma positiva, apresentando paisagens encantadoras, lugares pitorescos, ao mesmo tempo em que mostra as realizações da Prefeitura de Carnaubais, com o jingle: “O trabalho continua, e daqui pra frente vai ter muito mais. Tem esporte, tem cultura. Com compromisso, trabalhando a gente faz…

Publicidade:

Bancada federal do RN se reúne em Brasília com Ministro do Desenvolvimento Regional

0

A bancada federal do RN, participou em Brasília, de uma reunião no Ministério do Desenvolvimento Regional.

Em pauta assuntos como a liberação de recursos para a Barragem de Oiticica; recursos para conter o avanço do mar no litoral potiguar, além da agilização da Transposição do Rio São Francisco beneficiando o Estado.

Seundo a senadora Zenaide Maia (PHS), a audiência com o ministro Gustavo Canuto foi importante para que a bancada tenha uma maior aproximação e coloque as necessidades do nosso Estado na mesa.

Publicidade:

Denúncias contra salinas na região Costa Branca preocupam empregados

0

Em Mossoró a ex-deputada federal, hoje vereadora, Sandra Rosado (PSDB) recebeu, com preocupação, a notícia que 18 salinas instaladas na Região da Costa Branca são alvos de ações civis públicas ingressadas pelo Ministério Público Federal (MPF) por ocupação de Áreas de Preservação Permanente (APP).

A parlamentar reconhece a importância da preservação ambiental, mas, ao mesmo tempo, preocupa-se com possíveis consequências negativas da medida, especialmente no que se refere à manutenção de empregos no setor.

Respeito a ação do Ministério Público e entendo que é inegável a necessidade de preservar o meio ambiente. Mas temos que analisar os impactos que tais medidas podem causar à economia local e estadual. Defendo um entendimento entre as partes, de modo que sejam preservados o meio ambiente, as empresas e os empregos”, defende a vereadora.

Sandra Rosado lembra que o sal é um dos principais produtos da economia do Estado e corresponde a 95% de todo o volume de sal produzido no país.

A indústria salineira é uma das maiores empregadoras do Rio Grande do Norte. A exploração é secular e possui muita representatividade para a economia. É um tema delicado, que merece ser ainda amplamente debatido para se chegar a um denominador comum”, pontua.

Social

Com vasto trabalho realizado em defesa da indústria salineira potiguar, a parlamentar teve sancionado, em dezembro de 2017, pela prefeita Rosalba Ciarlini (PP), projeto de lei que reconhece a utilidade pública do sal de Mossoró. A oficialização da lei municipal é mais um subsídio para que a União faça o mesmo, e reconheça a utilidade social do sal do Rio Grande do Norte para o país, o que dará mais segurança jurídica à atividade.

Publicidade:

24ª Fiart destaca o artesanato potiguar na capital

0

Esculturas, brinquedos, pinturas, roupas, decoração são alguns dos produtos que estão sendo comercializados pelos artesãos potiguares na 24ª edição da Feira Internacional de Artesanato (Fiart), que está sendo realizada no Centro de Convenções de Natal. A feira conta com o apoio do Governo do RN, por meio da Sethas-RN e do Governo Cidadão, via acordo de empréstimo com o Banco Mundial.

A feira já faz parte do calendário oficial do estado e sempre é realizada no começo do ano. Esse ano, o tema da feira invoca os quatro elementos da natureza: água, terra, fogo e ar, representando as matérias-primas das tipologias do artesanato.

Nos estandes do Governo do RN, cerca de 250 artesãos estão expondo e comercializando os mais variados tipos de artesanato.

Ao todo são 5 salões principais e cerca de 50 estandes menores com milhares de produtos sendo comercializados pelos artesãos potiguares cadastrados no Programa Estadual de Artesanato (Proarte-RN).

Além dos estandes do Governo do RN, a feira conta com expositores de estados como Minas Gerais e expositores de outros países como Senegal, Bolívia, República Tcheca, Peru, Madagascar e Colômbia. São cerca de 1 mil expositores. Até o dia 3 de fevereiro a Fiart estará aberta ao público, no Centro de Convenções de Natal, das 16h às 22h. A entrada custa R$ 10,00.

Publicidade:
WhatsApp Grupo