Política

Convite da Câmara Municipal de Porto do Mangue – Início dos trabalhos legislativos

0

Publicidade:

Só o PT é contrário à reforma da previdência, diz pesquisa

0

Uma pesquisa da FSB, realizada na semana passada, mostra que parlamentares de todos os partidos apoiam a reforma previdenciária.

Exceto os do PT, é claro.

Publicidade:

É preocupante a pauta esquerdistas da Igreja Católica para o Brasil, confirma Governo Federal

0
Ameaça iminente?

Em nota divulgada na noite deste domingo, 10, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) do Governo Federal confirmou que existe “preocupação (…) com alguns pontos da pauta do Sínodo sobre a Amazônia que ocorrerá no Vaticano, em outubro deste ano”.

O jornal O Estado de S.Paulo revelou, na edição deste domingo, que o governo acompanha as discussões para o evento que irá abordar temas considerados como uma “pauta da esquerda”…

Na nota de esclarecimento, o GSI, comandado pelo general Augusto Heleno, confirma que “parte dos temas do referido evento tratam de aspectos que afetam, de certa forma, a soberania nacional. Por isso, reiteramos o entendimento do GSI de que cabe ao Brasil cuidar da Amazônia Brasileira”.

O GSI observa na nota que nesse movimento do governo, “não há críticas genéricas à Igreja Católica” e afirma que “a Igreja Católica não é objeto de qualquer tipo de ação por parte da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) que, conforme a legislação vigente, acompanha cenários que possam comprometer a segurança da sociedade e do estado brasileiro”.

A seguir, a íntegra da nota:

Nota de Esclarecimento

Em relação à matéria publicada hoje no Jornal O Estado de São Paulo com o título “Planalto vê Igreja Católica como potencial opositora”, informamos o seguinte:

1. A Igreja Católica não é objeto de qualquer tipo de ação por parte da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) que, conforme a legislação vigente, acompanha cenários que possam comprometer a segurança da sociedade e do estado brasileiro;

2. Não há críticas genéricas à Igreja Católica. Existe a preocupação funcional do Ministro de Estado Chefe do Gabinete de Segurança Institucional com alguns pontos da pauta do Sínodo sobre a Amazônia que ocorrerá no Vaticano, em outubro deste ano;

3. Parte dos temas do referido evento tratam de aspectos que afetam, de certa forma, a soberania nacional. Por isso, reiteramos o entendimento do GSI de que cabe ao Brasil cuidar da Amazônia Brasileira.

Brasília, DF, 10 de Fevereiro de 2019.

Atenciosamente,

Ass Com GSI

Publicidade:

Resistência: Governadores do Nordeste não vão aceitar reforma que trate ‘desiguais como iguais’

0

Os governadores trataram de temas como a redistribuição dos recursos da cessão onerosa do pré-sal, reforma da Previdência e ações na área de segurança.

A cessão onerosa trata de um contrato firmado em 2010, em que o governo federal cedeu parte da área de exploração do pré-sal à Petrobras, que obteve o direito de explorar 5 bilhões de barris por dia. Com a descoberta de volume maior de petróleo na área, o governo irá vender o excedente. Os estados e municípios cobram a repartição da receita, conforme regra da Constituição Federal de partilha.

Em Brasilia, a governadora Fátima Bezerra participou do encontro dos governadores do Nordeste, no escritório de representação do Governo do Ceará, em Brasília.

“Sairemos daqui com um calendário: vamos dialogar com a Câmara, líderes da bancada, prefeitos e com a Frente Nacional dos Prefeitos. Reitero ainda que não vamos concordar com qualquer Reforma da Previdência que venha a tratar os desiguais como iguais”, declarou a governadora Fátima Bezerra (PT).

Os governadores do Nordeste assinaram a carta com as manifestações em comum para ser enviada ao Governo Federal.

O próximo fórum dos governadores será em março, no Maranhão.

Confira a Carta dos Governadores do Nordeste.

Carta dos Governadores do Nordeste

Publicidade:

Bp. Jenilson Maia é o primeiro pré-candidato a prefeito pela Oposição em Porto do Mangue

0
Bispo Jenilson Maia (SD) é o primeiro nome a se dispor a concorrer pela oposição a Prefeitura

PORTO DO MANGUE – Informações previas já dão conta da primeira pré-candidatura para prefeito em 2020. O nome que está sendo trabalhado por um dos blocos oposicionistas na cidade é o do Bispo evangélico, Jenilson Maia, filiado ao partido Solidariedade.

Jenilson, proveniente de família política na cidade, é um dos filhos da ex-vereadora Mariazinha Maia, ela que ocupou por 20 anos uma cadeira na Câmara Municipal e que presidiu o Poder Legislativo portomangense por 4 anos. Abdicou da reeleição em 2016 para dar espaço a um dos seus filhos, o atual vereador Jean Maia (SD).

Os ‘Maias’ em Porto do Mangue agora, partem para um projeto político mais audacioso, o de concorrer a cadeira de Prefeito.

Ainda são informações previas, o que se sabe é que além da candidatura do bispo, outras 3 estão sendo trabalhadas por outros blocos oposicionistas nos bastidores da política local.

Publicidade:
WhatsApp Grupo