Polêmica

Brasil tem dois ex-presidentes presos por crimes, depois de Lula, agora foi o Temer

0

Temer é chefe de organização criminosa há 40 anos, diz Lava-Jato no Rio

O ex-presidente Michel Temer é o chefe de uma organização criminosa que atua há 40 anos no Rio, segundo a investigação da Lava-Jato. No pedido de prisão do emedebista assinado pelo Ministério Público Feral (MPF) no Rio, os procuradores da Lava-Jato apontam que Temer e coronel Lima  atuaram durante 40 anos em uma “parceria criminosa” que se perpetuou por décadas.

Segundo o MPF,  Michel Temer acumulou um “crédito” de propina para receber “no presente e no futuro, durante anos, pois os seus atos que beneficiaram o setor empresarial permitiram a barganha de uma “poupança de propina” com resgate quase que vitalício”.

PRISÃO

A defesa do ex-presidenteMichel Temer , preso nesta quinta-feira , pediu para que ele não seja levado ao Batalhão Especial Prisional (BEP), em Niterói, como havia determinado o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, responsável pela Operação Lava-Jato no estado. Os advogados do emedebistas querem que ele fique na superintendência da Polícia Federal (PF) na capital, e não no mesmo local em que está preso o governador Luiz Fernando Pezão. A solicitação está sendo analisada por Bretas e pela PF.

Quem permanece preso também é o ex-presidente Lula, que foi preso em abril do ano passado depois de ter sido condenado no âmbito da Operação Lava-Jato pelo então juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba. Ele foi sentenciado no caso do triplex em Guarujá (SP) a uma pena de 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Em fevereiro deste ano, a juíza substituta Gabriela Hardt condenou o petista a 12 anos e 11 meses no caso do sítio de Atibaia.

Publicidade:

Sessão da CMPM foi produtiva e teve proposições polêmicas aprovadas

0

A última sessão da Câmara Municipal de Porto do Mangue, realizada na última quarta-feira, 13, foi produtiva, diversas proposições apresentadas pela edilidade municipal foram debatidas e aprovadas por unanimidade.

Dentre os proposições apresentadas, as do vereador Jean Maia (SD), ganhou destaque e gerou burburinhos no auditório entre os presente.

Dois projetos, apresentados pelo vereador Jean deve causar polêmica, o PL 002/2019, requer do Poder Executivo do Município a transmissão ao vivo, via internet, de todas as licitações realizadas; o outro segue os mesmos termos, sendo que o Projeto de Resolução 001/2019, requer a transmissão via internet das reuniões e decisões das Comissões Internas Poder Legislativo do Município.

Os projetos do vereador serão analisados pela CCJ- Comissão de Constituição e Justiça:

A comissão é presidida pelo ver. Aclécio Santana; e tem como relatora a Ver.ª Alciene Rodrigues e a Ver.ª Helena Costa como membro.

A CCJ analisará e dará o parecer final dos projetos apresentados, fazendo uma rápida analise, dificilmente os projetos passarão, já que a CCJ é integrada 100% por vereadores governistas.

Publicidade:

Presente de grego: A professora, governadora Fátima trai categoria ao parcelar reajuste do piso nacional dos professores

0

O Governo da professora Fátima Bezerra (PT), ainda não implantou o novo piso nacional do Magistério, reajustado pelo Governo Federal em 4,17%, em vigor deste 1º de janeiro de 2019.

Para piorar a situação da educação no RN, Fátima pretende fatiar o reajuste em até 12 parcelas.

A proposta é a seguinte: pagar o valor integral a partir da folha de março; e dividir em 12 meses o retroativo de janeiro e fevereiro.

Há um movimento de indignação dos professores que pagam a contribuição sindical, exigem um sindicato que lute por seus direitos, e que não fazem parte do ambiente político-partidário da entidade.

Essa porção promete se rebelar, caso o Sinte-RN não cumpra o seu dever.

Publicidade:
RESP SOCIAL

62,4% dos brasileiros concordaram com a iniciativa com iniciativa do MEC sobre o hino nacional

0

O Instituto Paraná fez uma pesquisa sobre a polêmica envolvendo a carta do ministro da Educação, Ricardo Velez Rodriguez, com pedido para que alunos fossem filmados cantando o hino nacional.

Dos entrevistados, 62,4% concordaram com a iniciativa. Outros 26,6% discordaram e 8,5% não se manifestaram.

O Instituto Paraná também questionou os entrevistados sobre a ausência de “orientação cívica” no currículo escolar.

Quase 83% dos entrevistados concordam que a temática anda ausente nas escolas.

Publicidade:

Professor da Ufersa alerta sobre risco de rompimento de reservatórios no RN

0
Açude Marechal Dutra (Gargalheiras), localizado em Acari-RN

O alerta foi dado pelo professor Luís César de Aquino Lemos Filho, mestre e doutor em engenharia de água e solo, em um encontro que discutiu sobre a segurança das barragens e riscos ambientais ocorrido na Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA). “A Agência Nacional de Água (ANA) só conhece cerca de 600 desse total (de reservatórios)”, alertou.

Um reservatório é considerado pequeno quando possui espelho de água abaixo de 5 hectares e volume de água abaixo de 1 milhão de m³. O maior reservatório do estado é a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, localizada no Vale do Açu, com capacidade de 2,4 bilhões de m³ de água.

Os pequenos reservatórios de água são os que mais oferecem riscos de rompimento no Rio Grande do Norte. Os grandes reservatórios de água existentes no estado não apresentam riscos elevados de rompimento, porém os pequenos, algo em torno de 10 mil, causam preocupação. A maior parte desses pequenos reservatórios não é do conhecimento do poder público.

Publicidade:
RESP SOCIAL

Sem proposta para resolver o problema do RN, Fátima Bezerra faz critica a Reforma da Previdência

0

A governadora Fátima Bezerra criticou a proposta da Reforma Política do governo federal, mas não apresentou uma proposta sequer para resolver o problema da previdência do RN.

Ela, inclusive, adotou uma postura de conhecedora dos assuntos previdenciários propondo mudanças no projeto federal, chegando, inclusive, a afirmar que o projeto vai piorar a vida dos pobres, ignorando a redução da alíquota para quem ganha um salário mínimo.

A governadora mostrou que sabe criticar, mas ela vai fazer o que para zerar o problema da previdência daqui?

Publicidade:

É preocupante a pauta esquerdistas da Igreja Católica para o Brasil, confirma Governo Federal

0
Ameaça iminente?

Em nota divulgada na noite deste domingo, 10, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) do Governo Federal confirmou que existe “preocupação (…) com alguns pontos da pauta do Sínodo sobre a Amazônia que ocorrerá no Vaticano, em outubro deste ano”.

O jornal O Estado de S.Paulo revelou, na edição deste domingo, que o governo acompanha as discussões para o evento que irá abordar temas considerados como uma “pauta da esquerda”…

Na nota de esclarecimento, o GSI, comandado pelo general Augusto Heleno, confirma que “parte dos temas do referido evento tratam de aspectos que afetam, de certa forma, a soberania nacional. Por isso, reiteramos o entendimento do GSI de que cabe ao Brasil cuidar da Amazônia Brasileira”.

O GSI observa na nota que nesse movimento do governo, “não há críticas genéricas à Igreja Católica” e afirma que “a Igreja Católica não é objeto de qualquer tipo de ação por parte da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) que, conforme a legislação vigente, acompanha cenários que possam comprometer a segurança da sociedade e do estado brasileiro”.

A seguir, a íntegra da nota:

Nota de Esclarecimento

Em relação à matéria publicada hoje no Jornal O Estado de São Paulo com o título “Planalto vê Igreja Católica como potencial opositora”, informamos o seguinte:

1. A Igreja Católica não é objeto de qualquer tipo de ação por parte da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) que, conforme a legislação vigente, acompanha cenários que possam comprometer a segurança da sociedade e do estado brasileiro;

2. Não há críticas genéricas à Igreja Católica. Existe a preocupação funcional do Ministro de Estado Chefe do Gabinete de Segurança Institucional com alguns pontos da pauta do Sínodo sobre a Amazônia que ocorrerá no Vaticano, em outubro deste ano;

3. Parte dos temas do referido evento tratam de aspectos que afetam, de certa forma, a soberania nacional. Por isso, reiteramos o entendimento do GSI de que cabe ao Brasil cuidar da Amazônia Brasileira.

Brasília, DF, 10 de Fevereiro de 2019.

Atenciosamente,

Ass Com GSI

Publicidade:
RESP SOCIAL

Falta d’água leva população de Porto do Mangue a fazer protesto

0

Na manhã desta sexta-feira, 1º, um grupo de populares foi para frente da Prefeitura protestar pela falta dágua na cidade.

O protesto acontece em um momento crítico do desabastecimento realizado pela Caern na cidade, na zona rural acontece o mesma situação. O problema se agravou após bandidos furtar as bombas de captação na semana passada.

Em janeiro de 2018 um grupo de populares também havia realizado um protesto na frente da Caern (AQUI); a cena se repetiu.

Ontem, quinta-feira, 31, foi a vez da zona rural, o Assentamento Brilho do Sol I, a comunidade apreendeu um carro-pipa que fazia o abastecimento de algumas residências (AQUI).

A Caern não se pronunciou até o momento.

Está sendo aguardado uma audiência entre os chefes do Poder Executivo e do Poder Legislativo com a direção da Caern.

Publicidade:

MP pede cassação de Zenaide Maia após TRE manter reprovação de contas

0

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte analisou e confirmou por unanimidade a reprovação das contas de campanha de Zenaide Maia, senadora eleita do RN pelo PHS.

Um dos motivos da reprovação das contas de Zenaide foi a doação de R$ 11 mil reais, mediante depósito, em nome do seu esposo, o ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante e atual secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Jaime Calado. Segundo normas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), doações acima de R$ 1.064,10 devem ser realizadas por meio de transferências eletrônicas.

Além do cheque de Jaime, a procuradoria eleitoral ainda apontou depósitos nos valores de R$ 500 e R$ 1 mil sem a devida identificação dos doadores. Nos embargos apresentados, a defesa de Zenaide alega que as quantias foram devolvidas aos doadores, mas a Comissão de Contas Eleitorais alega que o dinheiro deveria ter sido repassado ao Tesouro Nacional.

Publicidade:
RESP SOCIAL

Caso ‘Queiroz-Flávio’ complica a vida do governo do presidente Jair Bolsonaro

0

Diante de toda confusão causada por denúncias de depósitos em dinheiro feitos em uma conta de um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro entre junho e julho de 2017, uma coisa fica clara, é preciso que o Flávio Bolsonaro dê explicações esclarecedoras do que realmente aconteceu, caso não faça, só complicará o governo do pai, Jair Bolsonaro.

Por outro lado, sabemos que a enchurrada de informações que desinformam e deixa a cabeça dos telespectadores ainda mais confusa, dificultando a assimilação do que é e do que não é, sabe-se que muita coisa aí faz parte de uma campanha para tentar atingir o governo Bolsonaro.

O que sabemos é que o presidente não tem nenhuma responsabilidade sobre o caso.

‘Caso Lulinha’

Temos casos no governo do ex-presidente Lula, hoje preso por corrupção, em que um dos seus filhos, o ‘Lulinha’, foi de monitor de zoológico a milionário. Lulinha havia se tornado sócio uma empresa que acabou resultando na Gamecorp. Também era sabido que a Telemar — uma concessão pública, com quase metade do capital dividido entre o BNDES e fundos de pensão — injetara nada menos de R$ 15 milhões no empreendimento.

Lulinha e seus sócios se tornaram, na prática, lobistas com trânsito no Palácio do Planalto. E com tal força, que a lei que regula as teles só não foi mudada porque a revista Veja noticiou a associação da Telemar com a Gamecorp.

Casos como esse nunca foram esclarescidos, explicados a população, punidos, daí, agora mais que nunca, a oportunidade da fámilia ‘Bolsonaro’ fazer valer o jargão ‘contra a corrupção.

Publicidade:
WhatsApp Grupo