‘Dunas do Rosado’ é cenário ainda desconhecido’, afirma post do site Catraca Livre

Dunas do Rosado é o 2º maior campo de dunas do Brasil, o diferencial maior é que são moveis e coloridas…

Por Márcio Diniz

No extremo norte do Rio Grande do Norte, entre Areia Branca e Porto do Mangue, um cenário árido, em constante evolução, traz novos ares ao turismo potiguar. Com 10 km² de extensão, as Dunas do Rosado são uma sequência de montanhas coloridas, formadas pelos sedimentos de falésias vizinhas, trazidos pelos ventos constantes.

Resultado de imagem para dunas do rosado porto do mangueA 250 km da capital Natal, o parque, considerado o maior conjunto de dunas daquele estado, ainda é um desconhecido do turismo local, mas costuma ser combinado com roteiros litorâneos, em Ponta do Mel, vilarejo do município de Areia Branca.

A região já serviu de cenário para produções nacionais como as novelas ‘Flor do Caribe’ e ‘O Clone’, e para o filme ‘Maria, mãe do filho de Deus’.

Embora ainda não tenha saído do papel a criação da APA do Rosado (Área de Proteção Ambiental), a atração é protegida por lei que proíbe passeios de bugue no local. Atualmente, a única forma de visitar o Rosado é em caminhadas pelas areias fofas do parque.

Como chegar

Localizada no topo do estado, entre o mar e o sertão, a região fica a 250 km de Natal e tem acesso pelas BR-101 até Igapó; BR-406, em direção a Macau, de onde se toma a RN-118 até a RN-404.

Destinos próximos como o município de Porto do Mangue e o vilarejo de Ponta do Mel, em Areia Branca, servem de base para quem visita o Rosado.

As dunas fazem parte do Polo Costa Branca, maior produtor de sal do Brasil, e podem ser combinadas com Galinhos, península arenosa, a 170 km de Natal, aproximadamente.

Dica de onde se hospedar: Dunas Pousada em Porto do Mangue com diárias a partir de R$ 95, incluindo café da manhã | Com o Guia Local credenciado pelo MTour é possível agendar passeios de buggy nas dunas – praias do Rosado – Pedra Grade e Ponta do Mel e passeio de barco no Rio das Conhas (84) 996273816 (WhatsAppp) | Onde comer bem: O Veleiro – Bar & Restaurante.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

2017, foi o ano mais seguro para quem viaja de avião

São Paulo – O ano passado pode ter sido turbulento em várias partes do mundo, mas no céu foi tempo de calmaria recorde. Segundo dados da Rede de Segurança da Aviação (ASN, na sigla em inglês), 2017 foi o ano mais seguro para aaviação comercial.

Ao longo do ano, a entidade registrou um total de 10 acidentes fatais com avião, incluindo desde aeronaves menores para 14 passageiros e cargueiros até as grandes aeronaves que transportam centenas de pessoas.

Os 10 acidentes resultaram em 44 mortes de ocupantes das aeronaves e 35 pessoas no chão. Segundo a entidade, os dados fazem de 2017 o ano mais seguro da história, tanto pelo número de acidentes fatais quanto de mortes. Em comparação, no ano de 2016, a ASN registrou 16 acidentes e 303 vidas perdidas.

Ao longo das duas últimas décadas, as mortes de aviação em todo o mundo vêm caindo de forma constante, graças a esforços contínuos em segurança impulsionados por organizações internacionais de aviação e as companhias aéreas, segundo a ASN. Em 2005, houve 1.015 mortes a bordo de vôos comerciais de passageiros em todo o mundo.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

500 anos da Reforma Protestante, Vaticano emite selo comemorativo.

Cidade do Vaticano (RV) – O Departamento Filatélico do Vaticano recorda os 500 anos da Reforma Protestante com a emissão de um selo comemorativo.

Em primeiro plano, Jesus crucificado, tendo ao fundo um céu dourado sobre a cidade de Wittenberg, onde em 31 de outubro de 1517 foram fixadas pelo frei agostiniano as 95 teses.

De joelhos, à esquerda, Martinho Lutero com uma Bíblia, enquanto à direita está seu amigo Filippo Melantone – um dos maiores divulgadores da Reforma – tendo em mãos a Confissão de Augsburgo, o primeiro documento oficial dos princípios do protestantismo.

A tiragem do selo, no valor de 1,00 euro, é de 120 mil séries completas.

Martinho Lutero sugeriu mudanças, e essas mudanças vêm transformando a sociedade ocidental há cinco séculos

Neste ano, comemoramos os 500 anos da Reforma Protestante. Essa data retoma o evento que aconteceu em 31 de outubro de 1517, quando Martinho Lutero pregou suas noventa e cinco teses na porta da Igreja do Castelo em Wittenberg, na Alemanha. No centro desse movimento, Lutero redescobre a mensagem do evangelho: os homens não ganham a salvação fazendo boas obras, mas Deus oferece livremente a salvação a todos os que creem em seu filho, Jesus Cristo.

A Reforma Protestante baseia-se em cinco pilares, chamados Solas, definidos como: Sola Scriptura – somente a Escritura; Sola Fide – somente a fé; Sola Gratia – somente a graça; Solus Christus – somente Cristo; Soli Deo Gloria – glória somente a Deus.

Tal mensagem libertou a humanidade para engajar-se em muitos tipos de atividades e a principal delas é o serviço ao próximo. Em toda a Europa, o impulso iniciado em Wittenberg inspirou outros a interpretar a Bíblia de novas formas, surgindo assim as muitas denominações que conhecemos hoje.

A Reforma Protestante foi um evento marcante na história ocidental, pois trouxe ao mundo uma variedade de conceitos que ainda são profundamente relevantes hoje: pluralidade social, liberdade de consciência, tolerância, liberdade de religião, liberdade de pensamento, a ideia da igualdade de todos os seres humanos, ajuda ao próximo, alfabetização e educação universal. Esses são alguns dos frutos do movimento na sociedade ocidental.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Papa Francisco é um dos homens mais odiados do mundo, diz Jornal frances

Em uma grande reportagem publicada pelo jornal The Guardian, o repórter Andrew Brown investiga os bastidores do Vaticano, repletos de críticas, medos e muita inveja. No centro de tudo, um papa diferente: Jorge Bergoglio.

O texto, datado de sexta-feira, 27, e disponível no site do jornal, diz que o papa Francisco é um dos homens mais odiados do mundo hoje. Não por ateus, protestantes ou muçulmanos. Mas por alguns de seus próprios seguidores.

Francisco vem revolucionando e conquistando o mundo. Primeiro papa sul-americano e jesuíta. Inovou enxugando o número de funcionários do Vaticano, apareceu dirigindo um Fiat e carregou as próprias malas. Lavou pés de refugiados. Sobre os homossexuais, ele disse: “Quem sou eu para julgar?”.

Novidades demais para uma religião tão afeita a tradições e dogmas. Os conservadores o odeiam. Como admitiu um religioso ao jornalista do Guardian: “Estamos aguardando ansiosamente a sua morte. É impublicável o que conversamos entre nós. Os cardeais se reúnem e comentam como Bergoglio é odioso. É um Calígula, se tivesse um cavalo, faria dele um cardeal”. O termo heresia é frequente nesses encontros.

Divórcio e homossexualismo

Resultado de imagem para papa franciscoAndrew Brown lembra que a crise atual é a mais séria desde a cisão dos anos 1960, quando um pequeno grupo de extremistas conservadores, liderados pelo arcebispo francês Marcel Lefrebvre, se afastou da Igreja. Um arcebispo do Kazaquistão, diz que a visão de Francisco sobre divórcio – o papa é a favor da comunhão para divorciados – e o homossexualismo são como “a fumaça de Satã” invadindo o catolicismo.

“A Igreja Católica passou a maior parte do século passado lutando contra a revolução sexual, contra a democracia do século 19”, lembra o jornalista, “defendendo uma causa impossível de absolutismo, onde todo o tipo de contracepção artificial é proibida, assim como o sexo fora de um casamento para a vida toda”.

A extensa reportagem analisa a crise da religiosidade e do catolicismo, fortemente abalado pelos escândalos financeiros e de pedofilia. O papa ousa, mas também sofre que as pressões, avalia o texto. Para que as mudanças trazidas por Francisco sejam duráveis, a igreja precisa aceitá-las, acredita o autor. Bergoglio já tem 80 anos, lembra Brown. “O futuro da Igreja Católica depende do próximo papa”, conclui.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Cuidado: Especialistas encontram falha na segurança das redes wi-fi

A vulnerabilidade acontece no protocolo WPA2, que era considerado o mais seguro até agora

O mundo da tecnologia vive um novo sobresalto depois de ter se tornado público um relatório elaborado por uma equipe de especialistas da universidade de Lovaina (Bélgica) que afirma que as conexões wi-fi de lares e empresas podem ser facilmente hackeadas, colocando em mãos alheias a informação sensível que circula por elas. Os pesquisadores passaram semanas trabalhando no que foi batizado de ataque KRACKS,  que permite que o conhecido protocolo de segurança para redes sem fios WPA2 (o mais seguro até agora e o mais usado) seja enganado e, assim, permita o acesso de equipamentos não autorizados.

“Este método pode ser empregado para roubar informação sensível do usuário, como números de cartões de crédito, e-mails, senhas, conversas de chat… “, ressalta Frank Piessens, um dos autores do estudo, que explica também o alcance em massa do problema, dada a frequência de uso do protocolo WPA2. Como acontece o ataque? Os especialistas afirmam que o elo vulnerável da cadeia é o processo de negociação four-way handshake, mediante o qual cada dispositivo que se conecta a uma determinada rede (criptografada pelo WPA2) emprega uma nova chave que cifra o tráfego interno. O ataque acontece quando se engana a rede empregando uma chave já utilizada, algo que o protocolo WPA2 não impede, sendo especialmente vulneráveis as plataformas Android e Linux, embora o problema se estenda a qualquer computador ou dispositivo móvel que se ligue ao roteador.

O que pode fazer o hacker depois de ter enganado o sistema? Ele poderá registrar toda a informação que circula na conexão, desde que ela não esteja criptografada (em URLs do tipo HTTPS) e, inclusive, em determinadas situações, poderá acessar o sistema fazendo com que ele se torne vulnerável a um ataque do tipo ransomware, com consequências ainda mais graves.

“A gravidade disso é enorme porque o WPA2 é um protocolo que se acreditava ser seguro”, explica ao EL PAÍS Fernando Suárez, vice-presidente o Colégio Oficial de Engenharia Informática, embora por sorte, o usuário possa adotar algumas medidas para se proteger. “O primeiro é tentar se conectar unicamente a redes móveis (3G, 4G)”, não afetadas pelo ataque, “e tentar fazê-lo em sites criptografados mediante HTTPS e, sempre que possível, através de VPN”.

Estes truques só protegem parcialmente, até que chegue a solução de fato, em forma de atualização do firmware dos fabricantes do roteador. As plataformas de ajuda ao cliente das empresas de tecnologia também estão se estão apressando para colocar em segurança seus dispositivos, como é o caso da Microsoft, que afirma já ter solucionado o problema. De todas as formas, o melhor conselho é manter as plataformas atualizadas em suas últimas versões na confiança de que os fabricantes adotem soluções de maneira urgente.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Evangélicos comemoram neste mês os 500 anos da ‘Reforma Protestante’

Os 500 anos da Reforma Protestante, comemorada neste mês de outubro em todo o mundo. Só no Brasil, já são mais de 40 milhões de evangélicos, cujas igrejas surgiram da Reforma Protestante, de acordo com o IBGE.

A reforma é comemorada neste mês porque foi no dia 31 de outubro de 1517 que o monge Martinho Lutero pregou 95 teses teológicas na porta da Catedral de Wittemberg, na Alemanha. O ato marcou o início do movimento que ficou conhecido no mundo inteiro como Reforma Protestante e gerou transformações em doutrinas que duram até hoje.

Motivações da Reforma

Para o pastor Roque Albuquerque, da Igreja Batista de Fortaleza (CE), apesar de ter mudado principalmente doutrinas e práticas religiosas, a Reforma teve muitas outras motivações. “Foram, por exemplo, razões geográficas e econômicas que fizeram com que as Nações Estado quisessem se libertar do domínio do imperialismo religioso católico. Também tem a causa moral, a devassidão, a maneira como muitos bispos e padres se conduziam em concubinatos e corrupção generalizada. Fatores que vão do social ao teológico, como a venda de indulgências”, explica.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Aconteceu: O mais letal tiroteio da história dos EUA

Pelo menos 50 pessoas morreram e mais de 400 ficaram feridas em um tiroteio durante um show em Las Vegas. Trata-se do mais letal ataque deste tipo na história moderna dos EUA.

Um atirador abriu fogo na plateia de um festival de música no hotel Mandalay Bay. A polícia informou que ele estava no 32° andar do hotel.

Os policiais usaram explosivos para derrubar a porta do quarto onde o homem estava. O atirador se suicidou.

Segundo o porta-voz da polícia, Joe Lombardo, acredita-se que o autor dos disparos agiu como “lobo solitário” – como são chamados ataques planejados e executados individualmente.

O som do que parecia ser prolongados disparos de arma automática foi registrado em vídeos amadores postados nas redes sociais.

Cerca de 400 pessoas foram levadas a hospitais da cidade após o ataque, segundo as últimas informações da polícia. Mais de 22 mil estavam no festival no momento dos disparos.

Mais tarde, a polícia anunciou que o suspeito era Stephen Paddock, um homem branco de 64 anos que não tem passagens pelas Forças Armadas. Episódios similares já foram protagonizados por ex-militares.

Paddock foi identificado como morador da cidade.

O Centro Médico Universitário, um dos hospitais que receberam feridos, informou que 14 pessoas estão em estado grave.

Pelo Twitter, o presidente Donald Trump enviou condolências às vítimas. Dois de seus antecessores, Barack Obama e Bill Clinton, cujas administrações foram marcadas por políticas (ou tentativas) de controle na venda de armas, também usaram a plataforma para expressar seu pesar. Clinton, que ocupou a presidência entre 1993 e 2000, escreveu que “isso (o tiroteio) deveria ser algo inimaginável nos EUA”.

O tiroteio ocorreu por volta de 22h (horário local). O cantor Jason Aldean estava se apresentando no momento dos disparos e deixou rapidamente o palco.

Testemunhas relataram que centenas de tiros foram disparados. O britânico Mike Thompson, morador de Londres, estava perto do local do show no momento do ataque e diz que ouviu o som dos disparos.

“Estávamos a caminho do nosso hotel, o MGM, após o jantar, quando vimos pessoas correndo em pânico na nossa direção. Um homem tinha sangue por todo o corpo. Foi quando percebemos que algo estava muito errado”, contou.

“Eu conseguia ouvir os sons de tiros, então puxei meu companheiro e corremos”, completou.

Alguns voos foram desviados do aeroporto Las Vegas McCarran quando surgiram as primeiras notícias sobre o tiroteio.

Logan Cruz and Liberty Psesser, que estavam perto do palco, contaram que houve pânico no momento dos tiros, sobretudo depois de o cantor Jason Aldean, que estava no palco, ter corrido em busca de abrigo. “As pessoas saíram correndo em despespero e vimos muita gente se pisoteando”, disse Cruz.

Pessoas fugindo dos tiros encontraram abrigo em hotéis, restaurantes e no aeroporto.

O festival de música teve início na sexta-feira, com shows nos terrenos de diferentes hotéis Las Vegas.

Didier Perez, do Texas, disse que viu pessoas chorando pelas ruas quando estava chegando ao hotel onde estava hospedado.

“Perguntamos a uma pessoa o que havia acontecido e ela disse que estavam em um show de música country e que havia um atirador lá,” relatou.

“Foi aí que eu vi algumas pessoas ensanguentadas. Algumas pessoas estavam em choque e chorando. Ouvimos rumores de que haveria outros atiradores, mas era alarme falso. Houve pânico generalizado”, disse.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

EUA declararam guerra, diz Coreia do Norte

Governo norte-coreano afirmou que tem o direito de tomar contramedidas, incluindo derrubar bombardeiros estratégicos dos EUA

O ministro das Relações Exteriores norte-coreano, Ri Yong Ho, acusou nesta segunda-feira o presidente americano, Donald Trump, de “declarar guerra” à Coreia do Norte, e ameaçou derrubar os bombardeiros dos Estados Unidos que se aproximarem do país.

No sábado, bombardeiros americanos voaram próximo à região costeira norte-coreana para enviar uma “mensagem clara” a Pyongyang, segundo o Pentágono.

“Todos os Estados-membros (da ONU) e o mundo inteiro devem claramente recordar que foram os Estados Unidos que declararam primeiro a guerra ao nosso país”, afirmou o ministro a repórteres em Nova York, onde participa da Assembleia Geral da ONU.

“Desde que os Estados Unidos declararam uma guerra ao nosso país, temos o direito de adotar medidas, inclusive de abater bombardeiros estratégicos, mesmo que não estejam em nosso espaço aéreo”, acrescentou o chanceler.

As operações militares americanas de sábado “foram realizadas no espaço aéreo internacional, em águas internacionais. Nós temos o direito de voar, navegar e operar em todos os lugares onde é legalmente permitido”, respondeu o porta-voz do Pentágono, Robert Manning.

Perguntado se os Estados Unidos continuariam com suas demonstrações militares, ele lembrou os compromissos de defesa com a Coreia do Sul e o Japão. “Se a Coreia do Norte não encerrar suas ações provocativas, ofereceremos ao presidente opções para esse país”, acrescentou.

No sábado, diante da Assembleia Geral da ONU, Ri Yong Ho já havia denunciado as declarações de Donald Trump contra o seu país, chamando-o de “demente” e “megalomaníaco”.

Em seu primeiro discurso nas Nações Unidas, o presidente americano ameaçou “destruir totalmente” a Coreia do Norte caso o país atacasse os Estados Unidos.

Estas trocas verbais de rara violência no palanque de uma instituição que deveria garantir a paz e a segurança no mundo provocaram muitos pedidos de calma, principalmente de Moscou.

“Quando temos um agravamento da tensão, da retórica, então temos um risco de erro” que pode levar “a mal-entendidos”, reagiu nesta segunda-feira o porta-voz da ONU, Stephane Dujarric. “A única solução é uma solução política”, insistiu.

Irresponsabilidade

Na sexta-feira na ONU, o chanceler russo, Sergei Lavrov, pediu que “as cabeças quentes esfriassem”. Ele defendeu uma “abordagem razoável e não emocional, ao invés de uma sala de aula onde as crianças brigam sem que ninguém possa detê-las”, disse ele.

Em uma entrevista realizada no domingo, ele alertou contra “uma catástrofe imprevisível” em caso de derrapagem entre os dois países. Segundo ele, a crise atual só pode ser resolvida através de “carícias, sugestões e persuasão”.

Em pouco mais de um mês, o Conselho de Segurança da ONU aprovou duas séries de sanções econômicas (em 5 de agosto e 11 de setembro) cada vez mais severas para forçar Pyongyang a retornar à mesa de negociação.

As discussões entre as principais potências e a Coreia do Norte sobre seus programas armamentistas foram interrompidas em 2009.

Washington adicionou novas sanções econômicas unilaterais em 21 de setembro.

Diante de Donald Trump, a Coreia do Norte parece querer responder a cada gesto com testes nucleares e lançamentos de mísseis balísticos.

No sábado, o ministro norte-coreano justificou o desenvolvimento de armamentos de seu país pelo medo de um ataque americano. “A razão profunda pela qual a Coreia do Norte possui armas nucleares está ligada aos Estados Unidos. Devemos aumentar nossa força nuclear para alcançar o nível dos Estados Unidos”, disse ele.

“Nossa força nuclear nacional é dissuasiva para acabar com a ameaça nuclear dos Estados Unidos e evitar uma invasão militar” americana. “Nosso objetivo é estabelecer um equilíbrio de poder com os Estados Unidos”, insistiu, afirmando que seu país era um “Estado nuclear responsável”.

Na semana passada, a Coreia do Norte ameaçou testar uma bomba de hidrogênio no Oceano Pacífico. Seria “uma manifestação chocante de irresponsabilidade”, segundo o secretário de Defesa dos Estados, Jim Mattis.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Tempestade do furacão ‘Maria’ devasta Porto Rico

Porto Rico manteve-se no auge do caos e da devastação nesta quinta-feira, já que os restos do furacão Maria continuaram a despejar a chuva na ilha – até três metros em algumas áreas.

As advertências de inundações instantâneas persistiram, de acordo com o Centro Nacional de Furacões , com inundações “catastróficas”, especialmente em áreas de terreno montanhoso “.

A tempestade impressionantemente poderosa havia estimado 3,4 milhões de pessoas sem poder e, com a rede de energia do território quase destruída, o governador Ricardo Rosselló previu um longo período de recuperação. Parentes ansiosos no continente dos Estados Unidos e em outros lugares levaram as redes sociais em um esforço para encontrar notícias de seus entes queridos.

Puerto Rico enfrenta inúmeros obstáculos à medida que começa a surgir da tempestade: o peso de uma dívida estendida e uma crise de falência; um processo de recuperação iniciado após Irma, que matou pelo menos três pessoas e deixou quase 70% das famílias sem poder; a dificuldade de chegar a uma ilha longe do continente; e a pressão sobre os esforços de socorro pela Agência Federal de Gerenciamento de Emergência e outros grupos já se espalharam após algumas tempestades recentes.

“Irma nos deu uma pausa, mas Maria nos destruiu”, disse Edwin Serrano, um trabalhador da construção civil do Velho San Juan.

A tempestade agitou a costa norte da República Dominicana como uma tempestade da categoria 3 na quinta-feira, e o Centro Nacional de Furacões repetiu as advertências de furacões no final da quinta-feira e no início da manhã de sexta-feira para o sudeste das Bahamas e Turcos e Caicos.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Trump: “todas as opções estão sobre a mesa”, em resposta ao lançamento de um míssil balístico.

O presidente Donald Trump afirmou hoje, 29, antes de viajar para o Texas na visita à região atingida pelo Furacão Harvey, que “todas as opções estão sobre a mesa”, em resposta ao lançamento de um míssil balístico de médio alcance pela Coreia do Norte, que cruzou o espaço aéreo do Japão, antes de cair no mar do Pacífico.

No texto, Trump diz que a Coreia do Norte mostrou desrespeito pelos vizinhos e que as ameaças e ações desestabilizadoras do país só aumentam seu isolamento na região e no mundo.

Os aliados Coreia do Sul, Estados Unidos e Japão consideraram o lançamento do míssil pelo governo norte-coreano uma “ameaça sem precedentes”. Para avaliar a situação, as missões diplomáticas já convocaram reunião de emergência no Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU).

Os principais líderes mundiais reagiram. Em uma reunião com diplomatas, o presidente francês, Emmanuel Macron, disse que está pronto para se juntar a outros membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas para levar o governo norte-coreano à mesa de negociações.

O chanceler russo, Sergey Lavrov, por sua vez, afirmou que o lançamento do míssil é extremamente preocupante e que a Coreia do Norte deve interromper as provocações e obedecer às resoluções da ONU.

A China, principal aliada da Coreia do Norte, reafirmou que pressão da ONU não vai resolver o problema. A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Hua Chunying, disse que a única maneira de resolver a questão é negociar. Desde o início da escalada das tensões entre Estados Unidos e Coreia do Norte, a China tem defendido a aproximação e o diálogo e pedido às partes envolvidas, mais cautela e disposição para resolver as diferenças de maneira pacífica.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.