Filho foi expulso de casa pelos pais, americano de 30 anos diz que vai recorrer na Justiça

Expulso de casa pelos pais, Michael Rotondo, de 30 anos, diz que vai recorrer da decisão judicial que o despejou da residência da família.

Mark e Christina Rotondo recorreram à Justiça depois de enviarem cartas de ultimato ao filho, que não ajudava nas despesas e tarefas domésticas. Apesar de não haver brigas, os parentes nem se falam.

Segundo o site “Syracuse”, o morador evicto da casa de Camillus contestou a deliberação do juiz da Suprema Corte do condado de Onondaga Donald Greenwood e convocou os repórteres para apresentar sua defesa no processo.

Ele alega que, conforme um caso similar precedente, tem direito a mais seis meses na casa dos pais até ser expulso.

Continue lendo “Filho foi expulso de casa pelos pais, americano de 30 anos diz que vai recorrer na Justiça”

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Brasil é o terceiro país mais ignorante do mundo

A maior prova da burrice são os ‘políticos’ que os brasileiros colhem para os representar…

Novo estudo feito por um instituto britânico mediu o que os brasileiros sabem sobre si mesmos.

Qual a porcentagem de brasileiros com acesso à internet?

As famílias mais ricas concentram quanto da renda total do país?

A cada 100 pessoas no Brasil, quantas vivem na zona rural?

O instituto de pesquisas britânico Ipsos Mori fez esse tipo de perguntas para brasileiros.

Os palpites passaram tão longe das repostas corretas que renderam ao Brasil o título de terceiro país mais ignorante sobre si mesmo.

Continue lendo “Brasil é o terceiro país mais ignorante do mundo”

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Lula tem que respeitar os Tribunais, afirma embaixador do Brasil nos EUA

Resultado de imagem para O embaixador Sérgio AmaralO embaixador brasileiros nos Estados Unidos, Sérgio Amaral, respondeu rapidamente a carta subscrita por 12 deputados americanos, ligados a ala mais à esquerda do Partido Democrata, com várias críticas ao governo brasileiro e a possível perseguição da Operação #Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva. Na carta, os deputados também enfatizaram uma desconfiança com o presidente Michel Temer e poucas esperanças do Brasil sair da crise com esse governo. O embaixador Sérgio Amaral deixou claro que o processo de impeachment sofrido pela ex-presidente Dilma Rousseff, ocorreu dentro das leis da Constituição brasileira, em sessão do Congresso Nacional presidida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, e tudo foi feito legalmente”.

Quanto às críticas feitas contra Temer, o embaixador informou aos doze deputados, que a PEC do Teto, que limita os gastos públicos, tem o objetivo de melhorar a economia brasileira e essa é a real intenção do governo. Amaral também escreveu para os democratas detalhes sobre a importância da Operação Lava Jato no Brasil e no mundo. “A Lava Jato avança dentro da normalidade legal”, ressaltou.

O embaixador Amaral terminou a resposta do documento dizendo que o Judiciário da amplo direito de defesa ao ex-presidente e ele não pode reclamar disso.

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Brasileiro preso na Venezuela é expulso do país!

RIO, BRASÍLIA e BUENOS AIRES — Após quase dez dias detido em Caracas, o brasileiro Jonatan Moisés Diniz, de 31 anos, foi libertado neste sábado pelo governo venezuelano e já embarcou num voo rumo a Miami, onde vive.

No Twitter, o chanceler brasileiro Aloysio Nunes confirmou a libertação, citando explicitamente sua expulsão: “O incidente envolvendo o brasileiro Jonatan Moisés Diniz foi encerrado, com sua expulsão da Venezuela”.

Na manhã deste sábado, o Itamaraty recebeu a informações de que o governo avaliava expulsar Jonatan do país. Funcionários do governo brasileiro questionaram às autoridades venezuelanas se aconteceria uma visita consular antes disso, mas não obtiveram resposta.

À tarde, o Itamaraty foi comunicado que o brasileiro estava em um voo para os EUA.

Jonatan estava detido desde o fim do ano passado na sede central do Serviço Bolivariano de Inteligência (Sebin), na capital venezuelana. Esse foi o primeiro lugar onde as autoridades do consulado brasileiro o procuraram, mas num primeiro momento agentes do Sebin negaram que ele estivesse no local, chamado de “A Tumba” por ex-presos locais.

O governo demorou mais de uma semana para descobrir que o brasileiro estava nesta espécie de prisão de segurança máxima do Sebin. Ele mora nos Estados Unidos e viajou para a Venezuela para fazer trabalhos de caridade, no fim do ano passado.

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Estoura mais um escândalo sexual no Vaticano

A informação foi divulgada no último sábado, 18, pelo Vaticano, e repercutido na imprensa mundial.O assunto tem sido notícia recorrente em todos os continentes, mas sempre escondido pelas mais altas esferas eclesiásticas.

O porta-voz do Vaticano, Greg Burke, disse em comunicado que “em consideração dos novos elementos surgidos recentemente está em curso uma nova investigação para que se lance toda a luz sobre o que realmente aconteceu”.

O jornalista italiano Gianluigi Nuzzi foi o responsável pela mais recente denúncia, apresentada em livro de sua autoria intitulado ” Peccato originale” (“Pecado Original”), onde divulga o depoimento de um jovem polonês Kamil Tadeusz Jarzembowski sobre esses abusos.

Entre 1980 e 2017, mais de 5.000 pessoas apresentaram queixa de abusos a cerca de 100 autoridades católicas. As piores e mais frequentes ofensas foram cometidas em escolas e lares para crianças vulneráveis. Desta vez, Jarzembowski fala sobre “os abusos no seu quarto, a outro seminarista, mais de 140 vezes e dos quais ele era testemunha ocular, por parte de um pupilo do reitor que era maior que ele e que depois se tornou sacerdote “.

O Vaticano já pagou em indenizações mais de três milhões de dólares a vítimas de crimes sexuais cometidos por membros do clero. Todos os anos aparece um novo escândalo, numa instituição que muito lentamente pondera terminar com o celibato entre os sacerdotes.

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.