Lula tem que respeitar os Tribunais, afirma embaixador do Brasil nos EUA

Resultado de imagem para O embaixador Sérgio AmaralO embaixador brasileiros nos Estados Unidos, Sérgio Amaral, respondeu rapidamente a carta subscrita por 12 deputados americanos, ligados a ala mais à esquerda do Partido Democrata, com várias críticas ao governo brasileiro e a possível perseguição da Operação #Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva. Na carta, os deputados também enfatizaram uma desconfiança com o presidente Michel Temer e poucas esperanças do Brasil sair da crise com esse governo. O embaixador Sérgio Amaral deixou claro que o processo de impeachment sofrido pela ex-presidente Dilma Rousseff, ocorreu dentro das leis da Constituição brasileira, em sessão do Congresso Nacional presidida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, e tudo foi feito legalmente”.

Quanto às críticas feitas contra Temer, o embaixador informou aos doze deputados, que a PEC do Teto, que limita os gastos públicos, tem o objetivo de melhorar a economia brasileira e essa é a real intenção do governo. Amaral também escreveu para os democratas detalhes sobre a importância da Operação Lava Jato no Brasil e no mundo. “A Lava Jato avança dentro da normalidade legal”, ressaltou.

O embaixador Amaral terminou a resposta do documento dizendo que o Judiciário da amplo direito de defesa ao ex-presidente e ele não pode reclamar disso.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Brasileiro preso na Venezuela é expulso do país!

RIO, BRASÍLIA e BUENOS AIRES — Após quase dez dias detido em Caracas, o brasileiro Jonatan Moisés Diniz, de 31 anos, foi libertado neste sábado pelo governo venezuelano e já embarcou num voo rumo a Miami, onde vive.

No Twitter, o chanceler brasileiro Aloysio Nunes confirmou a libertação, citando explicitamente sua expulsão: “O incidente envolvendo o brasileiro Jonatan Moisés Diniz foi encerrado, com sua expulsão da Venezuela”.

Na manhã deste sábado, o Itamaraty recebeu a informações de que o governo avaliava expulsar Jonatan do país. Funcionários do governo brasileiro questionaram às autoridades venezuelanas se aconteceria uma visita consular antes disso, mas não obtiveram resposta.

À tarde, o Itamaraty foi comunicado que o brasileiro estava em um voo para os EUA.

Jonatan estava detido desde o fim do ano passado na sede central do Serviço Bolivariano de Inteligência (Sebin), na capital venezuelana. Esse foi o primeiro lugar onde as autoridades do consulado brasileiro o procuraram, mas num primeiro momento agentes do Sebin negaram que ele estivesse no local, chamado de “A Tumba” por ex-presos locais.

O governo demorou mais de uma semana para descobrir que o brasileiro estava nesta espécie de prisão de segurança máxima do Sebin. Ele mora nos Estados Unidos e viajou para a Venezuela para fazer trabalhos de caridade, no fim do ano passado.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Estoura mais um escândalo sexual no Vaticano

A informação foi divulgada no último sábado, 18, pelo Vaticano, e repercutido na imprensa mundial.O assunto tem sido notícia recorrente em todos os continentes, mas sempre escondido pelas mais altas esferas eclesiásticas.

O porta-voz do Vaticano, Greg Burke, disse em comunicado que “em consideração dos novos elementos surgidos recentemente está em curso uma nova investigação para que se lance toda a luz sobre o que realmente aconteceu”.

O jornalista italiano Gianluigi Nuzzi foi o responsável pela mais recente denúncia, apresentada em livro de sua autoria intitulado ” Peccato originale” (“Pecado Original”), onde divulga o depoimento de um jovem polonês Kamil Tadeusz Jarzembowski sobre esses abusos.

Entre 1980 e 2017, mais de 5.000 pessoas apresentaram queixa de abusos a cerca de 100 autoridades católicas. As piores e mais frequentes ofensas foram cometidas em escolas e lares para crianças vulneráveis. Desta vez, Jarzembowski fala sobre “os abusos no seu quarto, a outro seminarista, mais de 140 vezes e dos quais ele era testemunha ocular, por parte de um pupilo do reitor que era maior que ele e que depois se tornou sacerdote “.

O Vaticano já pagou em indenizações mais de três milhões de dólares a vítimas de crimes sexuais cometidos por membros do clero. Todos os anos aparece um novo escândalo, numa instituição que muito lentamente pondera terminar com o celibato entre os sacerdotes.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Terremoto deixa 400 mortos e 7 mil feridos no Iraque-Irã

Com mais de 400 mortos e 7 mil feridos, o terremoto que atingiu no domingo uma região montanhosa na fronteira entre o Irã e o Iraque já é considerado o mais mortífero deste ano.

Uma grande operação de buscas está em curso para resgatar quem possa estar preso sob os escombros deixados pelo tremor de magnitude 7.3.

GráficoA maioria das mortes foi registrada na parte oriental do Irã, em Sarpol-e-Zahab, cidade localizada a 15 km da fronteira, e em outras partes da Província de Kermanshah.

O principal hospital da cidade ficou seriamente danificado pelo tremor, dificultando ainda mais o tratamento de centenas de feridos, segundo a emissora estatal do país.

O fornecimento de água e energia foi interrompido em algumas cidades e, após alguns edifícios caírem, habitantes dessas localidades foram evacuados e tiveram de passar a noite em parques e nas ruas em meio ao clima frio.

“Precisamos de abrigo”, disse um homem em Sarpol-e Zahab à emissora pública iraniana. “Onde está a ajuda? Onde está a ajuda?, repetiu.”

Uma agência humanitária informou que 700 mil pessoas precisam de abrigo depois do terremoto.

Centenas de mortos

Autoridades do Irã informaram que 407 pessoas morreram no país. Entre as vítimas, estava o comandante do Exército iraniano, segundo a emissora estatal IRINN.

O Irã é uma das regiões do mundo em que terremotos são frequentes. O país já foi atingido por tremores intensos no passado.

Em 2003, um terremoto de magnitude 6.6 destruiu a cidade histórica de Bam, matando 26 mil pessoas.

O principal motivo da vulnerabilidade a esse tipo de fenômeno geológico é o encontro entre as placas tectônicas Arábica e Eurasiática.

No sudeste do país, a placa Arábica está entrando debaixo da Eurasiática, enquanto, no noroeste, há um atrito direto entre elas. As montanhas Zagros são um resultado disso.

O tremor de domingo foi o mais mortífero do Irã dos últimos cinco anos, mas é apenas o sexto de magnitude 7.0 ou maior neste ano no mundo – houve 16 desse tipo em 2016 e 19 em 2015.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Atropelamento terrorista em Nova York

Uma caminhonete invadiu uma ciclovia e deixou pelo menos oito mortos na tarde desta terça, 31, em Nova York, na região sul de Manhattan, conhecida por abrigar a prefeitura, o distrito financeiro e o World Trade Center.

O atropelamento aconteceu em uma ciclovia na rua West, que corre de forma paralela ao parque na margem do rio Hudson, nas proximidades da rua Chambers.

O FBI e a prefeitura tratam o caso como um ato terrorista.

Além dos oito mortos, pelo menos outras 12 pessoas ficaram feridas. Mais
cedo, a Polícia de Nova York disse que havia “diversos mortos e inúmeros
feridos”.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Aconteceu: O mais letal tiroteio da história dos EUA

Pelo menos 50 pessoas morreram e mais de 400 ficaram feridas em um tiroteio durante um show em Las Vegas. Trata-se do mais letal ataque deste tipo na história moderna dos EUA.

Um atirador abriu fogo na plateia de um festival de música no hotel Mandalay Bay. A polícia informou que ele estava no 32° andar do hotel.

Os policiais usaram explosivos para derrubar a porta do quarto onde o homem estava. O atirador se suicidou.

Segundo o porta-voz da polícia, Joe Lombardo, acredita-se que o autor dos disparos agiu como “lobo solitário” – como são chamados ataques planejados e executados individualmente.

O som do que parecia ser prolongados disparos de arma automática foi registrado em vídeos amadores postados nas redes sociais.

Cerca de 400 pessoas foram levadas a hospitais da cidade após o ataque, segundo as últimas informações da polícia. Mais de 22 mil estavam no festival no momento dos disparos.

Mais tarde, a polícia anunciou que o suspeito era Stephen Paddock, um homem branco de 64 anos que não tem passagens pelas Forças Armadas. Episódios similares já foram protagonizados por ex-militares.

Paddock foi identificado como morador da cidade.

O Centro Médico Universitário, um dos hospitais que receberam feridos, informou que 14 pessoas estão em estado grave.

Pelo Twitter, o presidente Donald Trump enviou condolências às vítimas. Dois de seus antecessores, Barack Obama e Bill Clinton, cujas administrações foram marcadas por políticas (ou tentativas) de controle na venda de armas, também usaram a plataforma para expressar seu pesar. Clinton, que ocupou a presidência entre 1993 e 2000, escreveu que “isso (o tiroteio) deveria ser algo inimaginável nos EUA”.

O tiroteio ocorreu por volta de 22h (horário local). O cantor Jason Aldean estava se apresentando no momento dos disparos e deixou rapidamente o palco.

Testemunhas relataram que centenas de tiros foram disparados. O britânico Mike Thompson, morador de Londres, estava perto do local do show no momento do ataque e diz que ouviu o som dos disparos.

“Estávamos a caminho do nosso hotel, o MGM, após o jantar, quando vimos pessoas correndo em pânico na nossa direção. Um homem tinha sangue por todo o corpo. Foi quando percebemos que algo estava muito errado”, contou.

“Eu conseguia ouvir os sons de tiros, então puxei meu companheiro e corremos”, completou.

Alguns voos foram desviados do aeroporto Las Vegas McCarran quando surgiram as primeiras notícias sobre o tiroteio.

Logan Cruz and Liberty Psesser, que estavam perto do palco, contaram que houve pânico no momento dos tiros, sobretudo depois de o cantor Jason Aldean, que estava no palco, ter corrido em busca de abrigo. “As pessoas saíram correndo em despespero e vimos muita gente se pisoteando”, disse Cruz.

Pessoas fugindo dos tiros encontraram abrigo em hotéis, restaurantes e no aeroporto.

O festival de música teve início na sexta-feira, com shows nos terrenos de diferentes hotéis Las Vegas.

Didier Perez, do Texas, disse que viu pessoas chorando pelas ruas quando estava chegando ao hotel onde estava hospedado.

“Perguntamos a uma pessoa o que havia acontecido e ela disse que estavam em um show de música country e que havia um atirador lá,” relatou.

“Foi aí que eu vi algumas pessoas ensanguentadas. Algumas pessoas estavam em choque e chorando. Ouvimos rumores de que haveria outros atiradores, mas era alarme falso. Houve pânico generalizado”, disse.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Londres: Explosão causa pânico em estação e polícia trata como atentado terrorista!

LONDRES — Uma explosão na estação de Parsons Green, no metrô de Londres, no sudoeste da cidade, deixou vários feridos na manhã desta sexta-feira, por volta de 4h20m (horário de Brasília).

Os serviços de emergência foram acionados para o que testemunhas relataram como estampidos na plataforma. Uma apresentadora da “BBC” que seguia para o trabalho viu uma mulher com queimaduras nas pernas e no rosto, mas não há confirmação oficial sobre o número de feridos. Segundo o serviço de ambulância de Londres, 23 pessoas foram levadas a hospitais.

Segundo a Associated Press, a polícia de Londres declarou a explosão no metrô como um atentado terrorista. “O Comando Antiterrorista da Polícia Metropolitana está investigando após o incidente na estação de metrô Parsons Green ser declarado um incidente terrorista”, lê-se no Twitter dos agentes londrinos.

Uma imagem que circula pelas redes sociais mostra um balde branco em chamas dentro de um saco de supermercado, que seria o explosivo. A ocorrência causou pânico entre passageiros, que se amontaram para sair da estação e procurar um local seguro. Na fuga, “várias pessoas” ficaram feridas em meio a empurrões. A polícia esvaziou residências próximas à estação e mandou fechar uma escola dos arredores.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, convocou uma reunião do comitê de resposta a emergências do Reino Unido nesta sexta-feira.

“Meus pensamentos estão com os feridos em Parsons Green e com os serviços de emergência que, mais uma vez, responderam rapidamente ao suspeito incidente terrorista”, frisou a primeira-ministra britânica Theresa May, em comunicado.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Coreia do Norte é uma ameaça ao mundo

Coreia do Norte testou nesta semana, sua bomba atômica mais potente até o momento, um artefato termonuclear ou bomba H, que, segundo o regime, pode ser instalado em um míssil intercontinental. Se confirmado, isso representa um importante e perigoso aumento de suas capacidades militares. As informações são da agência de notícias espanhola EFE.

O sexto experimento nuclear norte-coreano e segundo supostamente realizado com um artefato termonuclear culmina um período de frenética atividade armamentista por parte do regime de Kim Jong-un, após testar mais de uma dezena de mísseis balísticos desde o começo do ano, entre eles dois intercontinentais.

Essa intensificação coincidiu com a chegada de Donald Trump à Casa Branca, em janeiro passado – o de hoje é o primeiro teste atômico norte-coreano sob seu mandato –, e gerou uma das piores crises de segurança na região nos últimos anos.

O novo experimento atômico no dia 3 por volta das 12h30 (horário local, 0h30 em Brasília), quando os institutos sismológicos de Seul, Tóquio e Pequim detectaram um forte terremoto de origem aparentemente artificial devido a sua pouca profundidade e com hipocentro na província onde a Coreia do Norte realizou seu teste nuclear anterior.

Algumas horas depois, a imprensa oficial norte-coreana anunciou que o país tinha testado com “total sucesso” um artefato termonuclear que pode ser instalado em um dos seus mísseis balísticos intercontinentais (ICBM).

“O teste foi realizado com uma bomba com poder sem precedentes”, disse a locutora da rede estatal KCTV Ri Chun-hee, a encarregada de dar as notícias mais importantes para o regime, acrescentando que o experimento teve “duas fases” e foi executado por ordem direta do líder Kim Jong-un.

A intensidade da detonação detectada neste domingo pelos países vizinhos e pela Organização do Tratado de Proibição Total de Testes Nucleares (CTBTO, na sua sigla em inglês) indica que se tratou de um ensaio muito mais potente que os cinco anteriores executados pelo regime.

A explosão teve uma potência estimada próxima a 100 quilotons, o que representa o quíntuplo do teste atômico norte-coreano anterior, de setembro do ano passado, e cerca de 11 vezes superior à detectada em janeiro do mesmo ano, quando Pyongyang afirmou ter testado outra bomba de hidrogênio, segundo Seul.

Uma análise posterior apontou que o teste de janeiro de 2016 foi de um artefato de características inferiores a um termonuclear, e desta vez Seul e Tóquio assinalaram que ainda estão analisando os dados recolhidos para determinar se tratou-se de uma bomba H.

O teste, em qualquer caso, volta a demonstrar que a Coreia do Norte não tem intenção de abandonar seu programa nuclear apesar da pressão sem precedentes da comunidade internacional e dos recentes apelos ao diálogo de Washington e Seul.

Japão e Coreia do Sul condenaram firmemente o experimento, executado na mesma semana em que um míssil balístico norte-coreano sobrevoou o arquipélago japonês e caiu no Pacífico, e assinalaram que estão em contato com Washington para convocar uma nova reunião do Conselho de Segurança (CS) da ONU e tentar isolar ainda mais Pyongyang.

Pequim, o principal aliado do regime norte-coreano, também expressou sua “condenação enérgica” e sua “firme denúncia” do novo desenvolvimento armamentístico, enquanto Moscou o qualificou de “séria ameaça para o mundo”, insistindo em que todas as partes envolvidas no conflito na península coreana devem voltar ao diálogo.

O sexto teste nuclear norte-coreano ocorreu poucos dias antes de 9 de setembro, quando se comemora o aniversário da criação do país asiático e a mesma data na qual no ano passado aconteceu o seu quinto experimento atômico.

No começo deste domingo e antes de acontecer o teste, a imprensa estatal norte-coreana afirmou que o país tinha conseguido desenvolver com sucesso uma bomba de hidrogênio que foi carregada em um dos seus novos projéteis ICBM, e mostrou fotos de Kim Jong-un com o suposto artefato.

O teste, junto com os lançamentos de mísseis balísticos dos últimos meses, parece ter sido realizado para demonstrar com fatos que a Coreia do Norte é capaz de alcançar território americano com um míssil com carga nuclear, ainda que muitos especialistas duvidem que o país já domine esta tecnologia.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Trump: “todas as opções estão sobre a mesa”, em resposta ao lançamento de um míssil balístico.

O presidente Donald Trump afirmou hoje, 29, antes de viajar para o Texas na visita à região atingida pelo Furacão Harvey, que “todas as opções estão sobre a mesa”, em resposta ao lançamento de um míssil balístico de médio alcance pela Coreia do Norte, que cruzou o espaço aéreo do Japão, antes de cair no mar do Pacífico.

No texto, Trump diz que a Coreia do Norte mostrou desrespeito pelos vizinhos e que as ameaças e ações desestabilizadoras do país só aumentam seu isolamento na região e no mundo.

Os aliados Coreia do Sul, Estados Unidos e Japão consideraram o lançamento do míssil pelo governo norte-coreano uma “ameaça sem precedentes”. Para avaliar a situação, as missões diplomáticas já convocaram reunião de emergência no Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU).

Os principais líderes mundiais reagiram. Em uma reunião com diplomatas, o presidente francês, Emmanuel Macron, disse que está pronto para se juntar a outros membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas para levar o governo norte-coreano à mesa de negociações.

O chanceler russo, Sergey Lavrov, por sua vez, afirmou que o lançamento do míssil é extremamente preocupante e que a Coreia do Norte deve interromper as provocações e obedecer às resoluções da ONU.

A China, principal aliada da Coreia do Norte, reafirmou que pressão da ONU não vai resolver o problema. A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Hua Chunying, disse que a única maneira de resolver a questão é negociar. Desde o início da escalada das tensões entre Estados Unidos e Coreia do Norte, a China tem defendido a aproximação e o diálogo e pedido às partes envolvidas, mais cautela e disposição para resolver as diferenças de maneira pacífica.

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

Mais de 30 jovens morrem em acidente

0Pelo menos 34 pessoas morreram, quando um ônibus que carregava jovens adoradores cristãos, mergulhou em um desfiladeiro íngreme em Madagascar, disseram autoridades policiais e hospitalares.

A polícia disse que 12 corpos gravemente queimados foram contados no local após o acidente no final da noite.

É inimaginável o que aconteceu porque o carro estava em boas condições, os documentos do veículo estavam em ordem. Minha esposa e meus filhos estavam entre os passageiros. Toda a família está morta “, disse Elias Ralaiarimanana, um motorista de ônibus.

“O ônibus se esforçou para subir uma estrada em uma colina e caiu em um barranco cerca de 20 metros de profundidade”, disse a porta-voz da polícia Herilalatiana Andrianarisaona à AFP . Continue lendo “Mais de 30 jovens morrem em acidente”

Fundado em 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.