Denúncia

É preocupante a pauta esquerdistas da Igreja Católica para o Brasil, confirma Governo Federal

0
Ameaça iminente?

Em nota divulgada na noite deste domingo, 10, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) do Governo Federal confirmou que existe “preocupação (…) com alguns pontos da pauta do Sínodo sobre a Amazônia que ocorrerá no Vaticano, em outubro deste ano”.

O jornal O Estado de S.Paulo revelou, na edição deste domingo, que o governo acompanha as discussões para o evento que irá abordar temas considerados como uma “pauta da esquerda”…

Na nota de esclarecimento, o GSI, comandado pelo general Augusto Heleno, confirma que “parte dos temas do referido evento tratam de aspectos que afetam, de certa forma, a soberania nacional. Por isso, reiteramos o entendimento do GSI de que cabe ao Brasil cuidar da Amazônia Brasileira”.

O GSI observa na nota que nesse movimento do governo, “não há críticas genéricas à Igreja Católica” e afirma que “a Igreja Católica não é objeto de qualquer tipo de ação por parte da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) que, conforme a legislação vigente, acompanha cenários que possam comprometer a segurança da sociedade e do estado brasileiro”.

A seguir, a íntegra da nota:

Nota de Esclarecimento

Em relação à matéria publicada hoje no Jornal O Estado de São Paulo com o título “Planalto vê Igreja Católica como potencial opositora”, informamos o seguinte:

1. A Igreja Católica não é objeto de qualquer tipo de ação por parte da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) que, conforme a legislação vigente, acompanha cenários que possam comprometer a segurança da sociedade e do estado brasileiro;

2. Não há críticas genéricas à Igreja Católica. Existe a preocupação funcional do Ministro de Estado Chefe do Gabinete de Segurança Institucional com alguns pontos da pauta do Sínodo sobre a Amazônia que ocorrerá no Vaticano, em outubro deste ano;

3. Parte dos temas do referido evento tratam de aspectos que afetam, de certa forma, a soberania nacional. Por isso, reiteramos o entendimento do GSI de que cabe ao Brasil cuidar da Amazônia Brasileira.

Brasília, DF, 10 de Fevereiro de 2019.

Atenciosamente,

Ass Com GSI

Publicidade:

3 corpos de crianças abertos e sem os órgãos foram encontrados

0

Segundo tudo indica, os menores tinham sido sequestrados por alguma quadrilha de traficantes de órgãos. O fato aconteceu no México, onde foram encontrados os corpos de 3 crianças sem vida e sem vários órgãos. Outras crianças menores de idade também estavam abandonados sem vida e com os seus corpos abertos. Foram encontrados os corpos de 3 menores sem vida, duas meninas entre os 4 e os 7 anos, e um menino entre 7 e 9 anos aproximadamente.

O serviço de saúde foi acionado e enviado ambulâncias ao local para que os corpos fossem analisados e tirados de cena o mais rápido possível, para que ninguém percebesse o que estava acontecendo. Um homem do campo, de identidade não revelada, encontrou os corpos quando estava levado suas vacas para o pastoreio.

A Polícia da localidade se inteirou dos fatos, acionou de imediato a Polícia Federal e os militares, que chegaram ao local para começar as investigações.

A notícia se espalhou ao ponto de chegarem ao local os jornalistas e fotógrafos, mas por alguma razão não quiseram que nada daquilo tivesse divulgação.

Os fotógrafos foram impedidos de fotografar e um jornalistas que tentou tirar fotos com o seu celular viu o seu aparelho ser tomado pelos militares e o Governo ainda não repassou informações detalhadas do ocorrido.

Publicidade:

População portomanguense começa a se revoltar com a falta dágua

0

Na cidade a situação aparentemente segue tranquila, mesmo que sem água o barulho é apenas nas redes sociais, mas na zona rural, a população já começa a tomar atitudes nada convencionais.

Na tarde-noite desta quinta-feira,  31, moradores do Assentamento Rural Brilho do Sol I, apreendeu um carro pipa, que deveria estar abastecendo as cisternas das residências,  no entanto a alegação é de que desde dezembro a situação tem piorado, com racionamento dágua.

A Polícia foi acionada,  segundo Bruna, uma das líderes do movimento pela água,  a Prefeitura enviou como resposta uma viatura.

Ainda, de acordo com as informações,  Bruna disse a nossa Redação que está sendo convocado um protesto para esta sexta-feira, 1, na frente da Prefeitura, a mesma pede que a população portomanguense se una e proteste junto pedindo soluções imediatas porque todos estão padecendo com sede.

Publicidade:

Denúncias contra salinas na região Costa Branca preocupam empregados

0

Em Mossoró a ex-deputada federal, hoje vereadora, Sandra Rosado (PSDB) recebeu, com preocupação, a notícia que 18 salinas instaladas na Região da Costa Branca são alvos de ações civis públicas ingressadas pelo Ministério Público Federal (MPF) por ocupação de Áreas de Preservação Permanente (APP).

A parlamentar reconhece a importância da preservação ambiental, mas, ao mesmo tempo, preocupa-se com possíveis consequências negativas da medida, especialmente no que se refere à manutenção de empregos no setor.

Respeito a ação do Ministério Público e entendo que é inegável a necessidade de preservar o meio ambiente. Mas temos que analisar os impactos que tais medidas podem causar à economia local e estadual. Defendo um entendimento entre as partes, de modo que sejam preservados o meio ambiente, as empresas e os empregos”, defende a vereadora.

Sandra Rosado lembra que o sal é um dos principais produtos da economia do Estado e corresponde a 95% de todo o volume de sal produzido no país.

A indústria salineira é uma das maiores empregadoras do Rio Grande do Norte. A exploração é secular e possui muita representatividade para a economia. É um tema delicado, que merece ser ainda amplamente debatido para se chegar a um denominador comum”, pontua.

Social

Com vasto trabalho realizado em defesa da indústria salineira potiguar, a parlamentar teve sancionado, em dezembro de 2017, pela prefeita Rosalba Ciarlini (PP), projeto de lei que reconhece a utilidade pública do sal de Mossoró. A oficialização da lei municipal é mais um subsídio para que a União faça o mesmo, e reconheça a utilidade social do sal do Rio Grande do Norte para o país, o que dará mais segurança jurídica à atividade.

Publicidade:

MP pede cassação de Zenaide Maia após TRE manter reprovação de contas

0

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte analisou e confirmou por unanimidade a reprovação das contas de campanha de Zenaide Maia, senadora eleita do RN pelo PHS.

Um dos motivos da reprovação das contas de Zenaide foi a doação de R$ 11 mil reais, mediante depósito, em nome do seu esposo, o ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante e atual secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Jaime Calado. Segundo normas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), doações acima de R$ 1.064,10 devem ser realizadas por meio de transferências eletrônicas.

Além do cheque de Jaime, a procuradoria eleitoral ainda apontou depósitos nos valores de R$ 500 e R$ 1 mil sem a devida identificação dos doadores. Nos embargos apresentados, a defesa de Zenaide alega que as quantias foram devolvidas aos doadores, mas a Comissão de Contas Eleitorais alega que o dinheiro deveria ter sido repassado ao Tesouro Nacional.

Publicidade:
WhatsApp Grupo