PORTO DO MANGUE – Foi em uma terça-feira, 21 de Maio de 2013, o 1º homicídio de um estudante dentro de um ambiente escolar (Escola Estadual Professora Josélia de Sousa Silva) registrado em solo potiguar e, o pior, foi na pacata cidade de Porto do Mangue.

O jovem, Josimar Arruda de Souza, de 20 anos, foi morto  quando assistia aula de Geografia. Ele cursava o 3º ano do ensino médio. Ele sofreu três facadas no pescoço dentro de uma sala de aula.

Outros atentados dentro de escolas também tomaram conta do país, vejamos:

2018- Aluno de 15 anos atira contra colegas em escola do Paraná;
2017- Garoto de 14 anos mata 2 e fere 4 em escola em Goiânia;
2012- Dois jovens atiram em 3 alunos em pátio de escola em João Pessoa;
2011- 12 mortos em massacre de Realengo – Dia 07 de abril;
2011- Menino de 10 anos atira contra professora em São Caetano;
2003- Ex-Aluno de 18 anos atira contra alunos em Taiúva;
2002- Aluno mata colega e fere outra em Salvador com uma arma.

É lamentável ver o Brasil vivenciar mais uma tragédia dentro de uma escola, como a de Suzano. A pergunta que não cala: Quem são os culpados? As ideologias implantadas ao longo dos anos? A falta de rédeas dos pais para com seus filhos? Ausência de controle da segurança pelo Estado?

Respondo – A culpa na verdade é de toda a sociedade (hipócrita) que a cada dia que passa se tornou má, odiosa. Os mesmos que hoje apontam o dedo para culpar, são os mesmos que não tem controle sobre seus filhos, são os mesmos que fazem/formam crianças a adolescentes pessoas libertinas e irresponsáveis. Ao surgir os ‘banidos mirins’, vemos que estes são apenas o reflexo dessa sociedade.

É preciso saber a origem da violência que arma cérebros….

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here