Foi realizada durante a abertura do 35º Panorama da Arte (pornografia) Brasileira no Museu de Arte Moderna (MAM), em São Paulo, o que foi mais uma incitação à pedofilia, ganha as páginas dos jornais impressos e eletrônicos, além da grande repercussão do repúdio por usuários das redes sociais.

Fato é que, após fotos e vídeos da apresentação virem a público, o coreógrafo carioca Wagner Schwartz apresenta “La Bête”, em que seu corpo nu pode ser manipulado pelo público, inclusive por crianças (forçadas a esse ato).

Nas últimas semanas, instituições vem usando o termo: ‘CULTURA’ para promover a pedofilia como sinônimo de artes, a peça de teatro MAM, expoe CRIANÇA, e a faz tocar em um homem pelado foi patrocinada pela Lei Rouanet, é pelo Banco ITAÚ.

Ainda de acordo com os dados do Salic, o MAM captou em 2017 um total de R$ 6.477.359,00. Deste montante, R$ 4.000.000,00 (61,75% do total) foram destinados pelo Itaú, sendo R$ 3.500.000,00 por meio de diversas empresas.

A prática desse crime, merece repúdio da sociedades, repressão e punição.