Chineses querem implantar fábrica de equipamentos para energia eólica no RN

Chineses querem implantar fábrica de equipamentos para energia eólica no RN

A diretoria da China General Nuclear e Power Corporation (CGN) confirmou o interesse em ampliar investimentos na produção de energia eólica e solar e na instalação de uma fábrica de equipamentos para os dois setores no Rio Grande do Norte.

A confirmação foi dada pelo presidente da companhia, Zhang Qi Bo, que foi para a reunião na sede da Governadoria acompanhado do vice-presidente Dai Hanggang e do diretor de Negócios e Desenvolvimento, Huan Yuxing.

Na reunião ficou definido que será elaborado um termo de compromisso entre a CGN e o Governo do Estado especificando o que será realizado por cada parte.

A governadora Fátima Bezerra considerou que a presença da CGN é também resultado da visita da cônsul geral da China no Brasil, Yan Yuquing, realizado no início de julho, e que “nosso desejo e expectativa é que o Rio Grande do Norte possa fazer grandes parcerias com a China”. “Aqui temos um governo totalmente comprometido com o desenvolvimento sustentável. O governo tem equipe técnica qualificada. O que cabe a administração para fortalecer investimentos já existentes e atrair novos negócios está sendo feito com agilidade e com segurança jurídica”, afirmou.

A CGN adquiriu este ano dois campos de produção de energia eólica no RN, nos municípios de João Câmara e Parazinho – Eurus II e Renascença V – implantados pela Atlantic Energias Renováveis, empresa com atuação também no Piauí, Bahia e Rio Grande do Sul, incorporada pelos chineses.

Com forte presença na China e em países da Europa, Ásia e África, onde atua na produção de energia solar, eólica (on e off shore), além da fabricação de equipamentos para os campos de produção, a CGN investe e opera as suas usinas. “O Rio Grande do Norte é estratégico para nós”, explicou o presidente da Atlantic, José Roberto Morais ao informar que já tem três novos projetos, para localização nos municípios de Santana do Matos, Rio do Fogo e Pedro Avelino, para geração de 600 megawatts.

Além de Fátima, o vice-governador Antenor Roberto também esteve na reunião realizada no prédio da Governadoria.

Sobre o Autor

OPortomanguense
OPortomanguense

Fundado em outubro de 2011, é o 1º site de notícias & entretenimento de Porto do Mangue, atualmente com liderança consolidada na cidade e região da Costa Branca.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *