A Polícia Civil de João Câmara prendeu no início da tarde o namorado da adolescente Maria Heloize Vale da Silva, 14 anos, encontrada morta às margens da BR-406, no município de João Câmara.
O delegado Joacy Lucena confirmou que foi preso um dos suspeitos na morte de Heloize, mas que a polícia continua em diligências na região, na busca de outros suspeitos.
De acordo com o delegado de João Câmara, o namorado da adolescente é um criminoso conhecido na cidade e tem envolvimento com latrocínio, furtos e roubos. “Ainda estamos em investigação para chegar na melhor resposta para o caso”, destacou Lucena.

A tia da adolescente, Josilene, passou a manhã no Itep aguardando a liberação do corpo para sepultamento. “Já foi liberado, estou aguardando a funerária chegar para levar para João Câmara”, disse a tia.
Em meio a lágrimas, Josilene relatou que a irmã, mãe da adolescente, e a própria Heloize, vinham sendo ameaçadas por telefone. Ela também confirmou que Maria Heloize já tinha sido agredida pelo namorado. “Há 20 dias ela levou uma surra dele, se afastou, mas depois voltou. Para mim, ela era uma criança”, destacou a tia.
A Polícia Militar encontrou o corpo da garota coberto com um lençol, amarrado com fio de nylon e jogado às margens da rodovia. O delegado regional, Nivaldo Floripes, explicou que o corpo da adolescente estava “embrulhado”. Maria Heloize convivia com um rapaz no bairro São Francisco.
De acordo com o delegado, há uns dias ela relatou ter sofrido agressão do companheiro. “A mãe dela trabalha com a gente na delegacia. Após a agressão, a adolescente fez todo o procedimento, inclusive exame de corpo delito. Mas tinha voltado ao convívio com o companheiro”, informou Nivaldo Floripes.