O pastor José Wellington Costa Júnior, presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), esteve na tarde desta quinta-feira, 18, na residência do candidato à presidência da república, Jair Messias Bolsonaro (PSL).

A visita à Bolsonaro, que segundo pesquisas tem 61,5% das intenções de votos para o segundo turno, já estava agendada há alguns dias; o candidato recebeu com muita alegria o presidente das Assembleias de Deus e agradeceu as orações “…agradeço seu apoio pastor José Wellington Júnior e as orações dos irmãos da Assembleia de Deus, estou vivo porque Deus me guardou”, afirmou Bolsonaro.

A CGADB foi fundada em 1930 e neste ano de 2018, quando completou 88 anos, a instituição tem registrado em seu quadro de filiados, 95.732 pastores. Ao justificar o apoio ao candidato do PSL, pastor Wellington Júnior afirmou “Optamos por apoiar ao candidato Jair Bolsonaro, não só por seu perfil conservador, mas acima de tudo pelo respeito que o mesmo demonstra para com a família e a Igreja, sendo contra a ideologia de gênero, legalização das drogas, aborto e tantos outros itens que vem contra o que nos ensina a palavra de Deus” asseverou.

Jair Bolsonaro agradeceu o apoio se colocando a disposição da Igreja “tenham certeza que, se for a vontade de Deus que eu seja eleito, vocês terão na presidência alguém afinado com aquilo que a Igreja defende; o Brasil é laico, mas nós somos cristãos” concluiu gravando uma mensagem em vídeo para os pastores que compõem a CGADB.

Também estiveram na visita os deputados federais, Paulo Freire Costa (SP) e Ronaldo Nogueira (RS); o vereador do Rio de Janeiro, recém eleito deputado federal, Otoni de Paula Júnior e assessores tanto da CGADB como dos parlamentares.

Comunicação e Imprensa CGADB)