A promotoria de Assú, após inúmeras irregularidades encontradas no processo seletivo, bem como diante da necessidade da realização de concurso público no Município de Carnaubais entrou com Ação Civil Pública, processo de nº: 0101851-51.2017.8.20.0100, requerendo medida liminar, para que o Prefeito Thiago Meira realize concurso público no prazo de 150 dias sob pena de pagamento de multa diária no valor de R$5.000,00.

A promotoria ver ainda indícios de fraude e cita como exemplo a contratação do cunhado Prefeito, afirmando ainda que o processo seletivo foi mais uma tentativa de legitimar quem já havia sido contratado. A Justiça entende haver fragilidade no processo seletivo de Carnaubais realizado este ano, afirmando o seguinte:

“…verifica-se que grande parte da pontuação dos candidatos no certame era oriunda de uma “entrevista” realizada por psicóloga contratada pelo município”, critério totalmente subjetivo e que dá ampla margem a fraude.”

O processo aguarda a decisão da justiça que já pode determinar a realização de Concurso Público em Carnaubais para o início de 2018.