Com os votos de muitos deputados listados na ficha da Odebrecht, e manobra do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM), a Câmara Federal vai aprovar hoje uma nova anistia ao ‘caixa 2’.

Um projeto que proíbe – e tome ditadura – que o Tribunal Superior Eleitoral puna políticos com contas reprovadas.

O tema foi discutido ontem em regime de urgência e de silêncio profundo, para não chamar atenção da sociedade.

Com 314 votos, foi aprovado o pedido de urgência.

É muito urgente, para muitos citados na delação da lava-jato, que a Câmara aprove uma manobra pela “bem” da corrupção.